Apesar de parecerem iguais, existe uma diferença entre jam e jelly – que são dois tipos de geleia. Como a textura altera o preparo de sobremesas, por exemplo, vamos esclarecer quando usar cada uma e quais são as particularidades delas!

Jam

JAM
Receita completa

No geral, jams são mais rústicas e pedaçudas. Isso porque as frutas, cortadas em pedaços pequenos, são cozidas rapidamente e levam pouquíssimo açúcar. A geleia fica com uma consistência mais grossa e a fruta se destaca em meio a “calda”.

Como o ingrediente fica menos tempo no fogo, essa geleia tem um sabor mais natural e não lembra tanto um doce, sabe? Ah, e por ser mais espessa, essa é a melhor opção para rechear bolos, doces e biscoitos!

Jelly

Foto: Eat, Little Bird

A jelly é aquela geleia mais líquida e translúcida, geralmente feita com o suco da fruta coado e algum tipo de ácido. Essa versão também leva mais açúcar, mas não deixa de ser uma receita balanceada.

Há quem faça a jelly com suco comprado pronto, mas não custa nada prepará-lo na hora para o resultado ficar ainda mais fresquinho. Além disso, como ela é feita a partir de um líquido, a jelly também pode ser preparada com vinho, chás, licores e infusões.

E a marmelada?

A marmelada também é um tipo de geleia, mas com a consistência sólida. A goiabada, por exemplo, é uma marmelada de goiaba 😉

VEJA TAMBÉM