A pasta americana surgiu nos Estados Unidos há muuuuuito tempo como alternativa a um outro tipo de cobertura ainda mais antiga, feita com amêndoas. A substituição aconteceu por conta do sabor agradável e sutil da pasta americana, que não interfere muito no sabor do bolo e que faz sucesso até hoje. Desde bolos de casamento com flores que são uma verdadeira obra de arte até bolos para festa infantis como o famoso bolo baby shark de pasta americana 🙂

Foto: Cocina dos Sabores

Existem vários tipos de cobertura de bolo, mas cada uma tem a sua característica especial. A pasta americana ganha quando o objetivo é fazer bolos com coberturas muito lisas ou desenhos que eventualmente tornam o doce muito diferente de um bolo. Afinal, com criatividade é possível fazer o que você quiser.

Mas, existem alguns segredinhos básicos para que dê tudo certo na hora da produção e montagem. E também algumas dúvidas de como usar, tingir etc. Tudo isso encontra nesse texto, de forma simplificada e prática, para que você possa fazer em casa com muito sucesso.

Em que receitas usar?

Por mais que seja um tipo de cobertura muito versátil é importante estar atento para saber em quais receitas usar. A pasta americana pode ser um pouco pesada dependendo da quantidade, portanto massa muito leves o com pouca estrutura podem não se dar bem com o peso.

Foto: James Bold on Unsplash

Ou ponto é que a superfície precisa estar muito lisa, pois, ao contrário do que se pensa, que a pasta americana vai esconder os defeitos, ela ressalta ao se adaptar a superfície.

Como sovar

Sim, é necessário sovar a pasta americana sempre antes de utilizá-la. Desse modo é possível amaciá-la para que possa ser modelada na receita. O principal cuidado que deve-se ter aqui é para não utilizar muito a ponta dos dedos: para não criar bolhas ou ar ou deixar muitas marcas.

Foto: Cocina dos Sabores

 

Outro ponto importante é a escolha da superfície para essa etapa. É muito fácil que a massa grude e atrapalhe o processo. Portanto, evite vidro ou inox e dê preferência para mármore ou mdf revestido. Se necessário aplique amido de milho na bancada para facilitar.

Como colorir

É possível comprar a massa já tingida as cores que preferir, ou branca e colorir em casa com corantes alimentícios. Para fazer isso dê preferência por corantes em gel, que são mais fáceis de incorporar. 

Foto: Wilton

Neste passo três dicas são muito importantes: (1) use luvas, (2) aplique o corante aos poucos para não alterar a textura da massa e (3) tome cuidado com algumas cores que podem desbotar, principalmente rosa e tons semelhantes. Se quiser colocar a mão na massa ou tiver esquecido das luvas, aqui nesse link explica como tirar corante alimentício das mãos.

Crie uma pré-cobertura e aplique!

Antes da aplicação é importante criar uma pré-cobertura que seja bastante “grudenta” e lisa, mas não muito molhada. Assim, a massa vai fixar e ficar totalmente reta. As mais utilizadas são ganache, principalmente no Brasil. Mas também pode ser creme de manteiga, se não estiver muito calor.

Foto: Wilton

Agora, com a pasta já colorida, ou ainda branca se preferir, e o bolo pré-coberto é hora de aplicar. Para isso, depois de abrir a massa no tamanho que seja necessário para o bolo, levante com a ajuda do abridor de massa e aplique por cima do bolo. Se usou amido de milho deixe essa parte para baixo. Estique com cuidado e corte as sobras.

Cuidado com a umidade

Cuidar da umidade é um ponto muito importante, tanto para entender o armazenamento quanto para entender o preparo. O que importa é que a pasta americana é muito sensível a perda de umidade, pode ressecar muito fácil e também pode perder o ponto quando em contato com a água.

Foto: Cocina Vital

Os cuidados necessários, portanto, são: não deixar a bancada molhada no preparo, nem adicionar água; se sobrar pasta armazenar em saquinhos fechados; não utilizar pasta americana em bolos muito úmidos; e não armazenar o bolo na geladeira.

Extra: para além da cobertura

A pasta americana, na forma “bruta” é utilizada apenas para coberturas ou modelagens mais lisas. Mas, é possível fazer outras formas, flores e o que vier a imaginação. Para isso se utiliza uma “cola comestível” chamada CMC, que absorve um pouco da água e deixa a pasta mais densa e com secagem rápida. A proporção geralmente é de 1 colher de chá para cada 250 gramas.

Receita completa aqui.

***

Pronto para se aventurar com bolos lindos cobertos com pasta americana? Pode parecer difícil, mas com cuidado dá muito certo!