Olá pessoal, tudo bem?

Aqui quem escreve é a Marcella Coser, colaboradora do site, e hoje vamos falar sobre o meu doce preferido! Ele foi criado pelos chineses, mas é consumido mundialmente. São toneladas por ano, afinal, ele pode ser de vários sabores, é super gelado, e vai bem no inverno ou verão. Quem quer saber mais sobre SORVETE?! Então continue comigo.

Receita completa

Muita gente acha que apenas bater os ingredientes já é o suficiente para conseguir um sorvete gostoso, mas vamos ser realistas? Para garantir a qualidade do doce é preciso refletir um pouco mais sobre as suas principais características: o sabor e, claro, a textura.

Todas as etapas são importantes, mas a homogeneização e a adição de ar são comuns para deixar todas as preparações incríveis, independente do sabor escolhido.

Homogeneização: a arte de misturar os ingredientes de maneira homogênea, na qual o objetivo principal é reduzir o tamanho das moléculas de gordura visando englobar a água.

Aeração: deve ocorrer repetidamente para um bom resultado, reduz ainda mais as moléculas de gordura, engloba água e impede a recristalização, portanto aumenta a cremosidade e o mouthfeel.

Receita completa

Na indústria, existem inúmeros processos e ingredientes que reduzem a chance de ocorrer a recristalização, mas em casa é fundamental bater a massa do sorvete, colocá-la no congelador, retirar, bater novamente, e repetir esse processo algumas vezes – se você tiver a máquina de sorvete, melhor ainda. Aliás, aqui no site você já encontra um post completo de como fazer sorvete caseiro sem máquina 😉

Só assim os cristais de gelo ficarão muito pequenos e serão englobados mais facilmente pelas moléculas de gordura, isso significa um sorvete bastante cremoso e saboroso. Não tem nada pior do que sentir um monte de gelinhos na hora de tomar um sorvetinho, né? É tudo que a gente não quer!

Receita completa

Além disso, a escolha dos ingredientes está intimamente relacionada com o produto final. Quanto mais ricos em água os seus ingredientes forem, e menor a quantidade de gordura e proteínas a sua receita tiver, maior a chance de criar cristais de gelo. É exatamente por isso que os sorvetes feitos apenas com frutas acabam ficando macios no momento e depois mais duros conforme ocorre o congelamento.

Portanto, no caso de sorvetes mais fit, inclua pelo menos uma fruta com mais gordura, como: abacate, banana, coco, etc. Aah, e use as frutas congeladas para acelerar o preparo.

Foto: Bizcochos y Sancochos | Receita completa

Agora, quem não tem restrição ou limites (brincadeira), vale usar leite, leite de coco, leite condensado, chocolate, e muitas outras opções cheias de gordura e proteínas que vão conferir cremosidade ao seu sorvete. No entanto, vale lembrar que isso não elimina a etapa aeração e o tempo no congelador, ok?

Receita completa

Bom, vou ficar por aqui, na verdade vou lá pra cozinha bater umas bananinhas congeladas com cacau, haha 😉

Espero que tenham gostado, até a próxima!

Beijão,

Cella