Hoje o artigo vai ser diferente! Eu sempre falo aqui dos diferentes tipos de vinhos, de suas características e harmonizações, porém jamais havia falado sobre o profissional que vive pelos (e para) os vinhos: o sommelier! Durante o pouco tempo que estou inserida no mundo dos vinhos, pude conhecer muitos sommeliers, porém alguns tiveram uma “culpa” maior na minha adoração e no meu entendimento nesse assunto: meu primo Miguel Nogueira (sommelier do restaurante Les Deux ,em Americana-SP), meu amigo Amauri Sulsbach (sommelier do Empório Sta Therezinha em Campinas-SP), e minha amiga e acho que posso chamá-la de professora, Josi Piere (sommelière e proprietária do Winebar & Bistrô Brancotinto em Indaiatuba-SP). Foi batendo um papo descontraído com a Josi que a ideia desse artigo surgiu! Pedi a ela que me tirasse algumas dúvidas sobre a sua profissão, vantagens e desvantagens, cursos, etc… 

sommelier-entrevista-ickfd-carol araujofoto: Marcelo Wollermann

A Josi se formou Sommelière pelo Centro Universitário Senac em São Pedro-SP, e não parou por aí. Realizou Curso Avançado de Vinhos e Curso de Marketing em Vinhos pela Associação Brasileira de Sommeliers e formação vitivinícola no Wine Institute de Mendoza, na Argentina. Ela exerce a profissão há 8 anos, e nesse período teve a chance de visitar diversas vinícolas por todo o mundo, como por exemplo Vales de Colchagua, Apalta, Elqui, Limarí, Aconcagua, San Antonio, Casablanca, Maipo, Bio Bio e Leyda no Chile; Mendoza, Cafayate, Patagônia e Rioja na Argentina; Canelones e Canelon Chico no Uruguai; Vale dos Vinhedos, Campanha e Encruzilhada no Brasil; Ribera del Duero na Espanha;  Alentejo e Setubal em Portugal; Toscana na Itália e Languedoc, Roussillon e Champagne, na França. (Que vida ruim, né??!! Rsrsrsrs). 

Durante suas viagens pode acompanhar todos os procedimentos da elaboração dos vinhos, desde a colheita até os processos de vinificação, e teve a chance de conhecer e de entrevistar alguns enólogos (as entrevistas você pode ver aqui: www.tvadega.com.br). Aproveito a chance para fazer uma observação: enólogos são profissionais responsáveis pela elaboração dos vinhos, já o sommelier é o profissional que trabalha em restaurantes, cuida, armazena adequadamente, indica e serve a bebida ao consumidor, não apenas vinhos, mas todo tipo de bebida. Além disso, o sommelier também pode trabalhar com vendas em lojas especializadas, importadoras e vinícolas.

Já pensei várias vezes em largar minha profissão como bióloga para me tornar sommelière e acredito que após lerem esse nosso bate-papo vocês entenderão o porquê fico tão dividida entre esses meus dois amores: o vinho e a biologia!

ICKFD: Como é seu dia a dia como sommelier?

Josi: O que mais faço é vender, e não basicamente vinhos. Nesse mundo capitalista, tudo se vende… Rssr… Na realidade, penso que a primeira atitude de um bom profissional, especialista em vinhos, é despertar a paixão pelo universo enófilo, vender vinhos é uma consequência do partilhar informações. Falar de um terroir, do processo de elaboração de uma bebida viva (a única no mundo que nasce, evolui e morre), dos aromas que o vinho evoca, dos prazeres e experiências vivenciadas e falar dos benefícios que o vinho traz à saúde é algo que me deixa feliz e me emociona. Aí vendo, e vendendo, tenho que cuidar do estoque, pesquisar e comprar novos vinhos; planejo eventos, monto cartas para restaurantes, desenvolvo cardápios harmonizados, etc.

ICKFD: Quais as vantagens de ser um sommelier?

Josi: A primeira é a questão social e geográfica. A profissão proporciona contato com pessoas abertas ao aprendizado e autoconhecimento, pessoas dispostas em explorar os sentidos e em fazer amizades. E é interessante como as fronteiras geográficas, cultural e de língua desaparecem em volta da taça.  

ICKFD: E as desvantagens?

Josi: Se deparar com uma pessoa que não degusta, que apenas bebe e ainda “fica te alugando” para encher a taça até altas horas. É péssimo! A segunda desvantagem é se deparar com o “enochato”, o que sabe tudo. Nesse universo a gente encontra muito “sommelier” que não tira a gravata do vinho. O tipo que não é nada democrático com a bebida.

bistro-sommelier-ickfd

ICKFD: Você é proprietária de um Winebar. O que exatamente é um winebar? 

Josi: Um bar de vinhos, onde se pode degustar vinhos do mundo todo com a vantagem de poder degustar porções em taças, isso torna vinhos complexos e caros, acessíveis.

ICKFD: Para me tornar um sommelier, que curso eu devo fazer? Eles são tecnólogos ou de nível superior?

Josi: No Brasil não existe o Curso Superior Sommellerie, somente na França.  Aqui as opções são Cursos Livres, com exigência ou não de Nível Superior, cursos de Alimentos e Bebidas, dentro do curso de Gastronomia ou mesmo Escolas Técnicas. E há ainda a possibilidade da formação Sommellerie em Associações especializadas, como a Associação Brasileira de Sommeliers (ABS).

ICKFD: Qual o custo médio de um curso para me tornar sommelier?

Josi: É caro. Para ser um bom profissional não basta fazer um curso, tem de fazer vários, comprar livros e revistas especializadas, dedicar-se à leitura, viajar e, acima de tudo, tem que ter muita “litragem”. Ademais, isso leva tempo.

ICKFD: Existem cursos para amadores, que não querem levar o vinho como profissão, mas sim como paixão? Que tipos de cursos são?

Josi: Sim, claro. Esses são os mais baratos e mais rápidos. Eu mesma ministro cursos de introdução a enofilia, cursos básicos e cursos avançados de vinhos. 

ICKFD: Onde posso fazer?

Josi: Na BRANCOTINTO (rsrsrs), nossa loja de vinhos e bistrô localizada na região de Campinas – SP. É uma empresa especializada no assunto.

ICKFD: E qual a média de custo desses cursos?

Josi: Os cursos de 4 horas custam de R$ 200,00 a R$ 250,00.  Inclui material didático, degustação de 8 vinhos e 4 pratos.

bistro-vinho-sommelier-ickfd

Após nossa conversa, a Josi se disponibilizou a responder dúvidas de nossos leitores sobre o Winebar, sobre os cursos e também sobre sua profissão. Para entrar em contato com ela, pode ser pelo site: http://www.brancotinto.com.br ou pela página no facebook.

Para mais informações sobre cursos para amadores e profissionalizantes por todo Brasil, visitem a página oficial da ABS (Associação Brasileira de Sommeliers): https://www.abs-sp.com.br/associacoes

Salute!