Depois de compartilharmos com vocês um texto super completo com os tipos de formato de macarrão, chegou a hora de falar sobre as massas! Apesar da base ser quase sempre farinha de trigo e água, existem algumas variações que interferem tanto no sabor, como também na cor e textura!

Pensando nisso, selecionamos os principais tipos de massa de macarrão para comentar suas diferenças. Assim, quando você for ao mercado saberá escolher entre eles com mais conhecimento 😉

MASSAS SECAS

Foto: Heather Gill

As massas secas formam uma grande categoria, composta por aquelas com ovos, semolina, integral, grano duro e por aí vai. Basicamente, são aquelas que encontramos nas prateleiras de mercado, sem estarem refrigeradas. 

Por serem secas, elas não são perecíveis e acabam durando meses no armário – além de serem mais baratas! Listamos cada uma delas abaixo: 

MASSA COMUM

Essa é a massa de espaguete mais comum de todas, com farinha de trigo, água e sal. Por não ter nenhum outro ingrediente diferente, ela é também uma das mais baratas e com um sabor bem neutro. 

COM OVOS

O macarrão que conta com ovos em seu preparo ganha uma aparência ainda mais amarelada e costuma ser um pouco mais mole. Por ter esse ingrediente a mais, ele é ligeiramente mais proteico, e deixa a massa com mais elasticidade. 

GRANO DURO

Se você é fã de massas al dente, já deve estar acostumado a consumir a massa grano duro. Como o próprio nome já diz, ela é um pouco mais resistente ao dente, deixando também a massa mais soltinha. Isso acontece porque a massa é feita com um tipo de farinha de trigo chamada grano durum, que deixa o macarrão mais consistente. Outro diferencial está no valor, que acaba sendo um pouco mais caro por conta do uso de um trigo especial. 

MASSA DE SÊMOLA

Assim como a grano duro, o diferencial da massa de sêmola está no tipo de trigo usado no preparo – nesse caso, a semolina. Por esse motivo, ela é mais clara que as outras e têm a consistência leve e macia. Mais um detalhe: esse tipo de trigo é ideal para quem quer seguir dietas com baixo índice de colesterol. 

INTEGRAL

Como o próprio nome já diz, essa categoria de macarrão é preparada com farinha integral. Justamente por isso, ela conta com mais fibras e é um sucesso entre aqueles que seguem uma alimentação mais saudável. Como consequência das fibras, esse tipo de massa também aumenta a sensação de saciedade, auxilia na prisão de ventre e também no controle do colesterol e da glicemia. 

MASSAS FRESCAS OU ARTESANAIS

Foto: Rebeca G Sendroiu

As massas frescas são aquelas que não passam pela secagem total e levam no preparo ovos , água e farinha (quase sempre a de semolina). Por isso, são mais macias e leves. Elas geralmente ficam em embalagens especiais e são quase sempre refrigeradas, já que o prazo de validade acaba sendo menor. Massas caseiras por exemplo, são sempre frescas, já que não passam por nenhum processo industrial de secagem rigoroso. 

MASSAS INSTANTÂNEAS

Foto: Markus Winkler

A categoria de macarrão mais amada por aqueles que amam a praticidade! As massas instantâneas levam esse nome porque passam por uma etapa de pré-cozimento antes de serem vendidas. Consequentemente, elas cozinham muito mais rápido. Há quem torça o nariz para esse tipo de macarrão, principalmente por conta dos temperos que o acompanham. Mas, não dá para negar que ele é realmente super prático 😉

***

E então, você sabia de todas essas diferenças? Se quiser sugestões de receitas com macarrão, é só apertar aqui.