Poucos alimentos cheiram tão mal quanto um ovo estragado. No entanto, nem sempre conseguimos saber se o ingrediente está bom apenas pelo seu odor. Afinal, o ovo não é aquele tipo de produto aromático.

Para quem tem mais prática, uma simples “cheiradinha” já resolve o problema. Como esse não é o caso da maioria das pessoas, há outras formas simples de saber se o ovo está bom ou não.

ovos
Foto: Rachael Gorjestani

Verifique a validade

Sei que essa é uma dica meio óbvia, mas ela se aplica de forma diferente para o ovo. Mesmo que ele esteja dentro do prazo de validade, procure sempre por aqueles que foram fabricados por último.

Quanto mais fresco o ovo for, menos cheiro ele terá e melhor será o comportamento dele dentro das receitas e claro também para as dietas a base de ovo. Para o preparo de um crème brûlée, por exemplo, é essencial que o ingrediente esteja fresquinho.

Ah, e não adianta nada comprar ovos com a data de fabricação próxima do dia da compra e deixá-los esquecidos dentro da geladeira.

Ovo flutuante

Outro jeito bem simples de saber o quão fresco o ovo está é mergulhando-o em um copo cheio de água. Se ele afundar por completo, significa que está bem fresquinho. Caso ele fique meio de lado, mas ainda permaneça no fundo, continua próprio para o consumo. Porém, se o ovo boiar, já pode ir com ele direto para o lixo!

Chacoalhadas

Ainda não tem a certeza de que o ovo está bom? Então, chacoalhe-o e procure escutar bem. Ovos frescos não emitem nenhum tipo de som! Se ainda restarem dúvidas, quebre o ingrediente em um potinho para confirmar 😉

VEJA TAMBÉM