Imagino que você já deva ter usado amido de milho, certo? Uma das maiores reclamações quando se trata desse ingrediente é que os doces ou salgados fica empelotados. Além disso, o sabor residual do produto não é nada agradável ao nosso paladar.

Apesar desses problemas, o amido é super importante dentro da cozinha e pode se tornar o seu aliado se você souber como utilizá-lo. Então, para acabar com todas as dúvidas, aqui vai um post completo com tudo que você precisa saber sobre o ingrediente 😉

O que é o amido de milho?

Foto: Epicurious

Em termos mais técnicos, o amido de milho nada mais é do que um hidrato de carbono extraído dos grãos de milho. Nome um tanto quanto complicado, por isso melhor ficarmos com amido mesmo!

Não é novidade para ninguém que esse produto atua como um espessante, deixando nossos preparos mais firmes e, ainda assim, cremosos. Mesmo sendo mais usado dentro da cozinha, ele também faz parte de composições de cremes de cabelo e slimes, por exemplo.

Por que usar?

Existem outras formas de conseguir textura para os doces e salgados. Então por que usar o amido de milho? Primeiro de tudo, é importante todo mundo saber que, quando usado da maneira correta, os cremes e molhos engrossados com o ingrediente ficam com uma deliciosa textura aveludada. Ah, e sem nenhum sabor adicional!

Outro ponto positivo para o amido é que ele dissolve facilmente também em líquidos frios. Por isso é tão importante misturar o amido com algum ingrediente gelado antes de incorporar o produto no restante da receita.

Mas Dani, e a farinha de trigo, ela também não tem o mesmo efeito? De um modo geral, tem sim. No entanto, o amido é mais concentrado e acaba tendo um poder maior, além de cozinhar mais rapidamente.

Quando usar?

Além de cremes, coberturas, caldas e molhos, o amido de milho também é útil para o preparo de tortas e biscoitos. Nesses casos, o ingrediente entra como uma maneira de deixar a massa mais macia. É como se o amido fizesse o biscoito derreter melhor no nosso paladar.

O que pouca gente sabe, é que o amido também serve para deixar os bolos mais leves! Experimente retirar duas colheres de sopa de farinha para cada xícara pedida na receita e acrescente 2 de amido de milho. O resultado com certeza vai te surpreender 😉

Quais erros devo evitar?

A lista aqui é longa, por isso iremos focar nos principais. O primeiro, e que já mencionamos no post, é dissolver o amido em um líquido frio para evitar que ele empelote. Também não é muito recomendado mexer vigorosamente as receitas com amido. Caso faça isso, a textura perderá a característica aveludada. Misture tudo delicadamente e evite uma dor de cabeça futura!

Se você usou amido e seu preparo não engrossou, confirme a validade do ingrediente. Ah, e quando misturado com substâncias ácidas o poder espessante dele também diminui. Nesse caso vale a pena aumentar um pouquinho a medida.

Por último, mas não menos importante, não deixe de tomar cuidado com a temperatura. O amido de milho precisa ser dissolvido com a mistura morna, sem que ela esquente muito rápido. Repare que quanto mais lentamente ele é incorporado a receita, melhor é o resultado final.

***

Ficou com alguma dúvida? Se sim, é só deixar um comentário no box abaixo 😉