Para começar mais um dia de passeio por São Petersburgo, nosso ponto de partida foi o Cococo. Eu e o Paulo ouvimos muitos elogios em relação ao local, então não poderíamos deixar de visitar um dos melhores restaurantes da cidade, né? Eles fazem pratos vegetarianos e veganos incríveis, por isso é uma boa opção caso você não consuma carne e seus derivados.  

Eu pedi por um gaspacho de cenoura com stracciatella e semente de girassol, que estava maravilhoso. O gaspacho é um tipo de sopa que normalmente é feita com tomate, mas eles ousaram um pouco no preparo usando a cenoura como principal ingrediente. Acabei comendo também uma fatia de abóbora com sementes da fruta e mousse de queijo gorgonzola. Apesar de ser um prato simples, ele estava delicioso. O Paulo também adorou o prato dele, que era um “mingau” com carne.

Confesso que a sobremesa nos decepcionou um pouco, mas ainda sim ela merece destaque. A apresentação da escolhida por nós, chamada “A flor favorita da minha mãe”, imitava um vasinho de flor caído. Era realmente uma graça! No entanto, não achamos ela muito saborosa – nem mesmo conseguimos descobrir do que era feita. Ainda sim, super recomendo o restaurante, já que tudo que pedimos antes estava muito saboroso e bem temperado 😉

Foto: @nocedanielle

A segunda parada do dia se tornou um dos meus lugares favoritos da viagem. O Museum of Soviet Arcade Machines é um local cheio de máquinas de fliperama e outros tipos de jogos. O diferencial desse espaço é que tudo nele tem uma pegada vintage, com objetos da época da União Soviética. Eu e o Paulo nos divertimos muito descobrindo cada tipo de jogo e conhecendo um pouco de antigos brinquedos russos dos anos 70 e 80.  

Arrisco dizer que é o local mais legal de São Petersburgo – foi realmente uma experiência incrível! A entrada custou 450 rublos, aproximadamente 25 reais. Para você ter uma recordação linda desse passeio, não deixe de ir na cabine de fotos dentro do “museu”. A sequência de fotografias tirada por ela é uma graça e fica pronta em 10 minutos. Nada de impressão instantânea e colorida, afinal, o charme da máquina é o fato dela ser antiga!

Foto: @nocedanielle

Impossível ir embora de São Petersburgo sem ter conhecido a Catedral do Sangue Derramado, não é mesmo? Ela é considerada um dos principais marcos da cidade, principalmente por ter sido construída no local onde o Czar Alexandre II da Rússia foi assassinado, em 1881. A estrutura dela é simplesmente maravilhosa. Todas as cúpulas são diferentes umas das outras e cada detalhe é super delicado e bem feito.

O interior dela também é surreal! As paredes são cobertas por mosaicos feitos com pedrinhas minúsculas. Minha primeira impressão ao entrar na igreja foi achar que tudo aquilo era pintado. A surpresa aconteceu quando cheguei perto o suficiente para ver cada pequeno detalhe daquele quebra-cabeça gigante.

Para entrar na igreja/museu, é necessário pagar 400 rublos (mais ou menos 22 reais). Não é muito caro, principalmente se levarmos em consideração o dinheiro necessário para a conservação da catedral. Ao meu ver, o local é parada obrigatória para todos que visitarem a cidade, não importa a religião 🙂

Foto: Elsa Bonafonte via Pinterest

Depois de um dia inteiro caminhando por St. Petersburgo, resolvemos jantar no hotel que ficamos hospedados. O restaurante do Astoria conta com uma das chefs confeiteiras mais premiadas da Rússia, o que me deixou ainda mais animada para experimentar a sobremesa do local. Comparada com a sopa do Cococo, a que pedi no Astoria estava bem menos temperada, mas continuou sendo gostosa. O Paulo amou o prato dele – uma das versões russas de strogonoff. Dessa vez, a carne e a smetana vieram em um potinho separado do purê de batata!

O caviar também não pode ficar de fora do nosso cardápio na Rússia, né? O Paulo provou quatro tipos diferentes dentre as possibilidades do menu do restaurante. As ovas mais escuras são as mais caras, até porque são do esturjão, um dos maiores peixes do mundo. Diferentes tipos de vodkas acompanham cada tipo de caviar. No entanto, o Paulo não sentiu muita diferença no sabor delas :/

Foto: @paulocuenca

Agora vou falar sobre a estrela da noite – a sobremesa! A chef confeiteira Yulia Ivanova prepara os doces com uma delicadeza impressionante. Além disso, as criações dela são aquelas que te deixam com vontade de comer já pela aparência, sabe?

A delícia escolhida por mim tinha o formato de uma caixinha de jóias. A estrutura era feita com chocolate branco e recheada com mousse de morango e cranberry. No fundo da “caixinha” você é surpreendido por uma massa folhada com geléia de maçã maravilhosa. Toda essa mistura de texturas e sabores me lembrou um apfelstrudel. Ainda sim, o gosto da sobremesa era único e super autêntico!

Nossa experiência completa por São Petersburgo já está toda no canal. No último vídeo vocês contarão até mesmo com a presença do blogueira hétero que tanto amamos. Logo mais entram vlogs sobre outras partes da Rússia, por isso não deixem de ficar atentos no meu instagram para ficarem por dentro das novidades 😉