Quem acompanha os nossos vlogs de viagem sabe que eu e o Paulo não somos tão apegados aos pontos turísticos das cidades que visitamos, mas em alguns casos é simplesmente inevitável não parar para conhecer os principais atrativos da região. Em Moscou, por exemplo, a maior parte dos pontos turísticos tem alguma importância histórica e também uma arquitetura incrível, ou seja, são lugares que merecem pelo menos uma visita.

A cidade é bem desenvolvida e moderna, mas ainda preserva várias construções antigas que dão um charme a mais. As igrejas e museus são encantadores, até mesmo para quem não curte esse tipo de passeio. Vou dar algumas dicas para vocês de quais lugares visitar – se você planeja viajar para lá em breve, anote tudo que eu contar agora!

Catedral de São Basílio

Foto: Wanderlust Europe

Poucas igrejas no mundo são tão lindas quanto a Catedral de São Basílio. Ela é um dos pontos mais conhecidos da Rússia e tem uma arquitetura inesquecível. Além das formas incríveis que lembram um pouco uma arquitetura bizantina, as cores da construção são super alegres e contrastantes. O interior da igreja também é extremamente rico em detalhes. O local é tão cheio de informação que a cada canto que você olha tem algum elemento diferente. 

Galeria Tretyakov 

Foto: Youvic Tours

A Galeria Tretyakov abriga a maior coleção de arte russa do mundo! Esse lugar não pode ficar de fora do roteiro de pessoas que curtem arte e museus. Eu e o Paulo gostamos muito de conhecer artistas locais e essa galeria valoriza o máximo que pode os artistas russos. Ela foi fundada em 1856 e desde então nunca parou de receber obras e atualizar seu acervo. Dentre os artistas com obras expostas por lá estão Surikov, Kramskoy e também o Repin.

Bunker 42 

Foto: Idea Guide

Assim como em Berlim, Moscou transformou um bunker construído durante a Guerra Fria em um museu. Esse abrigo antiaéreo fica a 65 metros da superfície, abaixo até mesmo do nível do metrô. O lugar é meio sombrio e é estranho pensar que estamos tão abaixo da terra, mas é interessante conhecer um espaço tão histórico quanto esse.

Ao longo do passeio você irá passar por centros de controle de voos, passagens secretas, verá armas e inúmeros túneis. Existem diferentes opções de tour, sendo que algumas dão acesso a mais partes do que outras, então escolha o tipo que for de sua preferência. Como não existe nenhum tour em português, a melhor opção para os turistas é o tour em inglês.

Praça Vermelha 

Foto Asisbiz

Essa é uma das áreas mais importantes de Moscou, já que é onde ficam várias das atrações mais visitadas por turistas, como o mausoléu de Lenin. A Catedral de São Basílio também fica bem ao lado da construção da praça vermelha, sendo um dos pontos mais conhecidos por lá.

Ao lado da praça está localizado Kremlin, que era uma antiga fortaleza militar e atualmente sede do governo russo. Tire um dia para conhecer toda a área, porque são várias construções históricas e cada uma delas possui uma característica diferente. Se der sorte, também encontrará algum festival acontecendo na praça!

Catedral de Cristo Salvador 

Foto: Elle Decor

Perto de Kremlin você encontra outra construção arquitetônica maravilhosa: a Catedral de Cristo Salvador. O exterior dela não é tão rico em detalhes e nem tão colorido quanto a Catedral de São Basílio, mas ainda sim é um lugar incrível. Ah, a entrada é gratuita!

A catedral foi construída pela primeira vez em 1812. No entanto, Stalin, em 1931, mandou demolir o espaço para construir um monumento em homenagem a Lenin. O projeto acabou não indo para frente e depois do fim da União Soviética começaram a reconstruir o prédio.

Convento Novodevichy 

Foto: iexplore

Esse é um dos passeios mais gostosos de se fazer por Moscou, principalmente se você gosta de parques e atividades ao ar livre. O Convento ou Mosteiro de Novodevichy fica um pouco mais afastado do centro, mas merece pelo menos uma visita. Além da Catedral Nossa Senhora de Smolensk, o cemitério atrás do museu também atrai diversos turistas porque lá estão enterradas algumas personalidades russas, como o poeta Vladimir Mayakovsky e o ex-presidente russo Boris Yeltsin.

O interior da catedral tem vários afrescos lindos e vale super a pena passar um tempinho dentro do local para apreciar as pinturas. No cemitério também tem algumas esculturas bem antigas em homenagem as pessoas que estão enterradas por lá, por isso você verá desde tanques de guerra até esculturas de figuras humanas. 

Gorky Park 

Foto: Interacticity

Esse é um dos principais parques de Moscou, com aproximadamente 120 hectares – sim, é realmente enorme! O espaço é perfeito para passar a tarde, seja praticando alguma atividade ou fazendo um piquenique. O local é frequentado tanto por turistas como também por moradores, por isso é bem movimentado.

O parque é cheio de fontes, esculturas, mesas de pingue pongue e quadras de vôlei. Você também pode alugar bicicleta ou patins e andar ao redor do parque. É um passeio diferente do circuito de museus e construções antigas, mas é sempre bom dar uma variada, né?

***

Como vocês viram, um dos principais atrativos de Moscou é a arquitetura. A cidade é linda e cheia de cantinhos super charmosos! Estou bem ansiosa para conhecer alguns desses lugares e contar para vocês como foi nossa experiência 🙂