dani-vaca-andy-warhol-1

Existem vários artistas que ficam famosos por criarem obras únicas, impossíveis de copiar, pois possuem aquele toque especial que a torna uma obra de arte. Andy Warhol, no entanto, é um desses artistas que ganhou notoriedade justamente pelo oposto.

Andy Warhol Shadows, 1978–79 Installation of 72 of 102 paintings Acrylic, variously silkscreened and painted on canvas 76 x 52 inches (193 x 132 cm) each Dia Art Foundation Photo: Bill Jacobson

Foto – MaM Paris

Na minha última viagem à Paris, tive a oportunidade de ir a exposição Unlimeted no Musée d’Art moderne de la Ville de Paris. As obras de Warhol são super impactantes por suas infinitas cópias em diferentes cores. A obra Shadows, por exemplo, é uma das mais visitadas: é um grupo de 102 telas de serigrafia, em 17 cores diferentes cujo comprimento totaliza mais de 130 metros. É impressionante como o artista tem a capacidade de nos chocar com uma sala repleta de telas “iguais”.

andy-warhol-em-paris-unlimited-danielle-noce-2

Foto – Audrey Bazanella

Andy Warhol reflete bem aquele período industrial, de produção em série – típico da sociedade de consumo. Foi essa escolha por trabalhar com xilografias e produção em grande escala, além é claro da sua técnica e estilo próprio da Pop Art, que o tornarem um dos grandes artistas do século XX.

andy-warhol-em-paris-unlimited-danielle-noce-3

Foto – Astro Wani

A exposição ainda conta com algumas instalações interativas, como a da foto. Você pode mexer e “brincar” com os balões espalhados pela sala. As obras de Warhol ficaram expostas em Paris até o dia 7 de fevereiro de 2016 no Musée d’Art moderne de la Ville de Paris. Vale a pena conferir!