Já fizemos vários posts com dicas especiais sobre Nova Iorque. No entanto, nunca tínhamos falado sobre o que não fazer pela cidade. Então, para ajudar quem pretende conhecer NY em breve, levantamos todos os erros mais comuns entre os turistas.  

Se você não quer cometer as mesmas falhas dos viajantes de primeira viagem, é só ficar de olho em tudo que iremos compartilhar agora 🙂

Não tente visitar tudo

nova iorque
Foto: Sam Butler

Por ser uma cidade com inúmeras atrações, a maioria dos turistas sente aquela ansiedade para visitar tudo. Entendo que sempre tentamos aproveitar ao máximo o passeio, mas isso não deveria ser medido pelo tanto de lugares que você visitou.

Sendo assim, curta melhor as atrações que for conhecer e não fique tão preocupado com o tempo gasto em cada uma delas. Tenha em mente que as experiências são a melhor parte de uma viagem!

Cuidado no metrô!

metro de nova iorque
Foto: Petar Petkovski

Essa regra costuma ser válida para toda grande cidade, então não deixe de anotá-la caso ela ainda não faça parte do seu dia-a-dia. Nas escadas rolantes do metrô, sempre deixe a esquerda livre! A fama de que os nova-iorquinos são apressados é a mais pura verdade, por isso não atrapalhe o caminho daqueles que precisam chegar em casa ou no trabalho rapidamente.

E, em Nova Iorque, embora seja aceitável ficar parado na direita da escada, esse não é o costume deles. Basicamente, ande sempre que possível (e, é claro, se tiver condições para isso). Ah, e essa regra de não ficar parado vale também para as calçadas.  

Táxi pode não ser a melhor opção

nova iorque
Foto: John Arano

O trânsito de NY é conhecido mundialmente por ser caótico, confuso e intenso. Considerando a quantidade de carros da cidade, pegar um táxi para se locomover por lá não é a opção ideal. As chances de você ficar preso no trânsito são altas, fazendo com que o valor da corrida aumente e você demore ainda mais tempo para chegar no seu destino final.

Antes de decidir pegar o táxi, confirme se não existe nenhuma outra rota que possa ser feita pelo metrô. As linhas subterrâneas de Nova Iorque são muito extensas e cobrem quase todas as regiões da cidade. Além de ser bem mais barato, o metro é quase sempre mais rápido.

OBS: caso você tenha que voltar para o hotel ou casa tarde da noite, vale a pena optar pelo serviço do Uber 😉

Não fique apenas em Manhattan

nova iorque
Foto: Sam Trotman

Como explicamos no post com várias outras dicas sobre Nova Iorque, mencionamos que a cidade é dividida em 5 diferentes “distritos” – The Bronx, Queens, Manhattan, Staten Island e Brooklyn. Todos eles merecem pelo menos uma visita, então planeje bem o roteiro e vá além de Manhattan.

Williamsburg, no Brooklyn, é um dos lugares mais especiais da cidade. As ruas são cercadas de arte, tanto nas paredes como também com apresentações de artistas locais. Também por essa área você encontra diversas lojas e cafeterias super fofas diferentes. Além disso, quem gosta de comprar roupas em brechó irá se apaixonar ainda mais pela região.

Não deixe de procurar por versões mais baratas dos passeios

nova iorque
Foto: Timo Wagner

Mesmo tendo muitos passeios pagos por Nova Iorque, a cidade também conta com várias opções de atividades gratuitas. Para ter um passeio incrível pela baía de NY, por exemplo, esqueça o cruzeiro da Circle Line e aposte na versão do Staten Island Ferry.

Ah, e se você tem o sonho de subir em um dos prédios mais altos da cidade e ter uma visão inesquecível de toda a ilha, recomendo que deixe o Empire State Building de lado e vá para o Top Of The Rock. A vista é tão incrível quanto a do Empire State e o valor do ingresso é bem menor.

Outro passeio que nem sempre é tudo que os turistas esperam é conhecer a Estátua da Liberdade. Essa é uma atração meio parada, já que a única coisa interessante por lá é a estátua em si. Ou seja, é válido observá-la de longe pelo ferry mesmo 😉

***

E aí, quem já cometeu um desses erros?