Acordar um pouco mais tarde durante uma viagem nem sempre deveria ser considerado uma heresia. Até porque, precisamos estar bem descansados para explorar o destino pelo restante do dia. Por esse motivo, o brunch tem se tornado uma refeição cada vez mais comum.

Sendo servido entre o café da manhã e o almoço, ele é perfeito para quem deseja saborear uma refeição completa sem se preocupar muito com o que pedir. Em Nova Iorque, por exemplo, os pratos servidos pelos restaurantes são todos bem similares e satisfazem super bem a sua fome.

Ferris

Foto: Divulgação

Servindo o brunch das 11h até 14h30, o Ferris é puro charme. O ambiente do local é decorado principalmente com madeira, sendo que a iluminação é dada por alguns spots de luz que deixam a atmosfera mais aconchegante.

Com relação a comida, tudo é preparado na hora e servido com muito cuidado. Os pratos têm influências japonesas, como uma pequena peça de wagyu servida com legumes, ovo e picles de cebola. O menu é dividido entre um “quase café da manhã” e um “quase almoço”, sendo que os pratos dessa segunda parte são um pouco mais elaborados.

The Wild Son

Foto: Divulgação

Com uma decoração super fofa e móveis de estilo industrial, o The Wild Son é um dos cantinhos mais adoráveis da cidade. Por ocupar um espaço pequeno, eles a fila de espera acaba sendo um pouco grande dependendo do dia da semana. Ou seja, se programe para ir ao local bem cedo.

Além de seis opções de sanduíches, o local também serve panquecas, saladas, burratas e outros tipos de pratos servidos em bolws. Quem quiser ver o menu completo pode dar uma olhada no site deles.

Dimes

Foto: Condé Nast Traveler

Dentre todos os lugares desse post, o Dimes talvez seja o mais simples. No entanto, isso não diminui a qualidade das refeições. As porções servidas por lá possuem um tamanho ideal para uma pessoa, por isso não pense em dividir os pratos.

O menu deles não é tão variado quanto o de outros lugares, mas as poucas opções são o suficiente para alguém que deseja saborear um bom brunch. Uma das alternativas é, por exemplo, um bowl com feijão preto, couve, avocado, sementes de abóbora e brotinhos de alfafa.

Jack’s Wife Freda

Foto: Divulgação

O Jack’s Wife Freda possui três unidades espalhadas por Nova Iorque, então vocês já podem imaginar o sucesso desse restaurante! O menu do local possui muitas opções – são tantas que é até mesmo difícil decidir um único prato.

Para os curiosos de plantão, aqui estão algumas alternativas: kebab de frango, espaguete de abóbora com tofu, bowl com ovos mexidos ou escalfados, quinoa, espaguete de abóbora, tomate grelhado, rabanete e avocado.

Elea

Foto: Divulgação

Outro restaurante lindo e com comidas deliciosas por Nova Iorque! O Elea serve pratos clássicos de brunch, com alguns toques mais ligados à culinária grega. A shakshuka grega deles, por exemplo, é servida com ovos, tomate, pimenta, queijo feta e pão. Infelizmente, o brunch só é servido aos sábados e domingos. Ainda assim, você pode passar lá a partir das 11:30 para almoçar 😉

***

Se quiserem saber também onde encontrar os pratos mais tradicionais de Nova Iorque, é só olhar este post.