É praticamente impossível não se deliciar com a comida de Portugal. Os pratos são sempre cheios de sabor, super bem temperados. Alguns deles já são conhecidos por nós, como os tradicionais pastéis de nata e os pratos com postas de bacalhau. No entanto, os restaurantes do país nos mostram que a culinária lusitana vai muito além disso.

Em Lisboa, por exemplo, existem diversos lugares tradicionais e outros mais modernos e descolados com menus incríveis e bem diversificados. Como são tantas opções de restaurantes, fica até mesmo difícil decidir quais merecem uma visita, né? Pensando nisso, listei alguns dos locais mais bem recomendados da cidade e vou compartilhar com vocês os escolhidos por mim 😉

Prado

Foto: Diária

Alguns restaurantes são bons tanto pelo ambiente como também pela comida, e o Prado é exatamente assim. A decoração do lugar é encantadora, iluminada e cheia de plantinhas penduradas que transformam o ambiente. Em relação aos pratos, todos eles são baseados em ingredientes nacionais e sazonais, todos muito fresquinhos.

O peixe-espada preto, servido com rabanetes, e o lombo de porco com marmelos e pimentão chocolate são dois destaques do menu. Como eles trabalham com produtos sazonais, o cardápio muda regularmente. Se vocês quiserem ver o menu inteiro é só clicar aqui!

Quorum

Foto: TimeOut

O chef do Quorum, Rui Silvestre, foi o chef português mais jovem a ganhar uma estrela Michelin. Ou seja, imaginem o quão bem ele cozinha e como os pratos são criativos! O cardápio do restaurante possui tanto pratos tradicionais de Portugal como também outros com influências internacionais.

Entre as opções do menu estão o típico bacalhau à brás, como também um ceviche de pescada com tapioca. As sobremesas são bem simples, por isso recomendo que você separe esse momento da refeição para comer em algum outro lugar. A Manteigaria é uma boa opção para quem quer comer ótimos pastéis de nata 🙂

Mercado da Ribeira

Foto: Charmingly Styled

Apesar de não ser apenas um restaurante, mas sim vários deles, não poderia deixar de falar do Mercado da Ribeira para vocês. Ele existe desde 1892 e em 2014 começou a ser administrado pela revista TimeOut Lisboa. Além de bancas de frutas, vegetais, peixes e até mesmo flores, o mercado conta com pequenos restaurantes de vários chefs renomados.

Para vocês não ficarem muito perdidos dentro do local, vou citar alguns dos restaurantes imperdíveis. Para pratos portugueses e mediterrâneos, vá ao do chef Alexandre Silva. Os que amam frango devem ir ao do chef Miguel Laffan e, por último, para versões inovadoras de pratos tradicionais portugueses, o do chef Henrique Sá Pessoa.

Taberna Fina

Foto: Divulgação

Aberto recentemente, o Taberna Fina tem sido uma surpresa positiva para todos que têm frequentado o restaurante. O diferencial do local é o menu degustação com 10 pratos, todos feitos com ingredientes locais e sazonais. O cardápio também muda constantemente, então você pode ter a sorte de provar diferentes pratos caso vá em diferentes épocas.

Por ser um menu degustação, as porções são bem pequenas, mas o suficiente para te deixar satisfeito ao final da refeição. O ambiente do restaurante é super charmoso, com paredes completamente pretas, piso de madeira e mesas de mármore branco – super autêntico e bonito!

Alma

Foto: Divulgação

O chef responsável pelo menu do Alma é o Henrique Sá Pessoa, o mesmo que eu já mencionei para vocês na parte do Mercado da Ribeira. Ele é um dos melhores chefs da cidade, principalmente por causa da sua versatilidade. Todos os pratos são deliciosos, seja ele feito com ingredientes vindos da terra ou do mar.

Eles oferecem diferentes tipos de menu degustação, sendo que dois deles são cinco pratos de escolha do chef e outro com três pratos baseados no melhor da culinária tradicional portuguesa. Você também pode optar pelo menu à la carte, com pratos como lombo de tamboril e o leitão confitado. Se vocês ficarem curiosos para conhecer mais sobre a culinária do restaurante, dê uma olhadinha no site deles.

Bairro de Avillez

Foto: TimeOut

O Bairro de Avillez é como uma grande praça de alimentação, mas tudo dentro do local é criação do chef José Avillez. Cada parte do local tem uma função diferente, sendo que você pode ter refeições completamente diferentes dependendo de onde escolher ir. O ambiente também é lindo, então realmente vale a pena dar uma passadinha por lá.

Quanto as separações dentro do Bairro de Avillez, elas funcionam da seguinte maneira: a mercearia, a Taberna, o Páteo, o Beco e a Cantina Peruana. Cada um deles tem um estilo de cozinha diferente, então você terá diversas opções em um único local. Para entender como cada um funciona é só clicar aqui 🙂

Pesca

Foto: Divulgação

Como o próprio nome já diz, o Pesca é voltado para alimentos do mar, sejam eles peixes ou frutos do mar. O menu deles é sazonal, então o chef Diogo Noronha pensa em diferentes cardápios para cada estação do ano. Uma das principais propostas do restaurante é valorizar os ingredientes típicos, criando pratos com frescor e sabor.

Alguns dos pratos mais pedidos por lá são o lombo de bacalhau servido com queijo terrincho, nabos e brócolis e também o polvo assado na brasa, acompanhado de batata doce, alface e vinagrete de abacate. Quem curte ostras pode pedir pelo pequeno menu especial para esse alimento!

Belcanto

Foto: Eating With N.J.

Mais uma vez falando do José Avillez neste post, mas dessa vez sobre o restaurante Belcanto. Esse restaurante é o primeiro de Lisboa a ter duas estrelas Michelin, estando entre os 50 melhores restaurantes do mundo. O ambiente ocupa apenas 28 pessoas, por isso recomendo que você reserve um lugar antes de ir até lá.

O menu da casa é voltado especialmente para pratos tradicionais da culinária lusitana. Além dos menus degustação, você pode escolher algum prato específico no cardápio à la carte. O robalo com algas e bivalves e o lombo de vitela defumado, servido com legumes, são duas das principais opções.

Lumni

Foto: Divulgação

Aberto pelo chef Miguel Castro e Silva, o Lumni fica localizado no Lumiares Hotel e tem um dos menus mais diversificados quando comparados aos outros restaurantes da lista. Eles possuem um menu degustação com sete pratos, mas os clientes costumam pedir pelo cardápio à la carte.

Algumas das receitas mais famosas por lá são o bacalhau à gomes de sá, pescada acompanhada de suflê de grelos e lula recheada com pancetta alentejana. Eles possuem uma única opção vegetariana no menu, que é um simples prato de macarrão servido com alguns vegetais.

Boa-Bao

Foto: Divulgação

Por último, mas não menos importante, um lugar diferente de todos os outros da lista. O Boa-Bao não é voltado para a culinária lusitana, mas sim para a asiática. Ele é considerado um dos melhores restaurantes da cidade para esse tipo de gastronomia, ou seja, se você adora esse estilo de pratos, não deixe de conhecer o restaurante.

Alguns dos pratos que você encontrará por lá são sopas, o tradicional gua bao, pad thai e diferentes tipos de saladas. Como vários pratos são feitos apenas com vegetais, essa é uma boa opção para vegetarianos e veganos!

***

Imagino que a maioria de vocês deve ter ficado com água na boca lendo todas essas informações sobre comida, né? Quem for vegetariano ou vegano pode ficar tranquilo, porque logo terá um post no site com restaurantes especiais para quem segue esse tipo de alimentação 😉