Você pode até não saber muito sobre a Bélgica, mas com certeza já ouviu falar nos seus famosos waffles. Os EUA se encantaram por eles na década de 60 e a paixão continua vibrante…

Preparo: 40 minutos
Tempo de Cozimento: 5 minutos
Tempo de espera: 14 horas
Rendimento: 4 pessoas

Custo:
Dificuldade:

Você pode até não saber muito sobre a Bélgica, mas com certeza já ouviu falar nos seus famosos waffles. Os EUA se encantaram por eles na década de 60 e a paixão continua vibrante até hoje. Embora os norte-americanos se orgulhem de suas Waffle Houses, o que os conquistou foi a massa mais crocante por fora e macia por dentro dos waffles belgas. Lá no país europeu, há inúmeras receitas regionais; duas, porém, são bem conhecidas ao redor do mundo: os waffles de Bruxelas e os waffles de Liège. Estes últimos têm um bônus chamado “pérolas de açúcar”, que se derretem e se caramelizam por toda a massa quando ela assa.

Como é difícil encontrar as pérolas de açúcar aqui no Brasil, improvisei com cubos de açúcar cortados em pequenos pedaços. Outra opção é acrescentar um pouco de açúcar demerara à massa – vai ficar tão delicioso quanto.

Para finalizar, não hesite em caprichar no chantilly, morangos e mel. Pronto! Tem café da manhã melhor do que este?

Food Styling: Danielle Noce

Fotografia: Paulo Cuenca

INGREDIENTES

  • 1/2 xícara de LEITE morno
  • 3 colheres de sopa de AÇÚCAR MASCAVO
  • 2 colheres de sopa de MEL
  • 10 gramas (3 colheres de chá) de FERMENTO BIOLÓGICO SECO*
  • 2 OVOS
  • 1 colher de sopa de EXTRATO DE BAUNILHA**
  • 1/3 de xícara de CERVEJA BELGA
  • 1 colher de chá de SAL
  • 3 xícaras + 2/3 de FARINHA DE TRIGO PARA PÃO
  • 200 gramas de MANTEIGA CORTADA EM CUBOS (nem tão gelada nem tão amolecida)
  • 1 xícara e 1/2 de CUBOS DE AÇÚCAR ou 3/4 de xícara de AÇÚCAR DEMERARA

*Clique aqui para ver como substituir pelo fermento fresco

**Clique aqui para aprender a fazer extrato de baunilha caseiro

MODO DE PREPARO

  1. Em uma tigela grande, misture o leite morno com o açúcar, o mel e o fermento biológico. Reserve por 10 minutos.
  2. Depois, adicione os ovos e o extrato de baunilha, a cerveja e o sal.
  3. Por cima da mistura, acrescente a farinha de trigo e sove a massa com o gancho da batedeira ou com as mãos.
  4. Com a massa sovada, comece a adicionar os cubos de manteiga, de três em três. Adicione os próximos cubos apenas depois de ter incorporado os cubos de manteiga anteriores. Este processo leva aproximadamente 14 minutos, por isso é preciso ter paciência.
  5. Depois de pronta, transfira a massa para uma tigela untada com óleo, cubra com plástico filme e reserve por 2 horas.
  6. Retire o plástico filme e amasse a massa para liberar os gases que se formaram (nem precisa tirar da tigela, tá?).
  7. Raspe as laterais para reunir a massa novamente e cubra com plástico filme. Leve à geladeira por 12 horas.
  8. Com a massa gelada, adicione os cubinhos de açúcar cortados previamente (ou o açúcar demerara) e divida a massa em 8 partes iguais.
  9. Posicione um pedaço de massa na máquina de waffle rotatória e asse até que o waffle esteja dourado e crocante por fora.
  10. DICA: A máquina de chapa grossa, rotatória, é ideal para que o seu waffle fique crocante por fora e macio por dentro, mas se você não tiver em casa, pode fazer na máquina de waffle tradicional ou fritá-lo como uma panquequinha, na frigideira, ou mesmo num tostex, daqueles que vão ao fogo.
  11. Sirva seus waffles com mel, frutas e chantilly batido. Aproveite cada mordida!