O Dia da Vitória é um dos feriados mais aguardados e comemorados na Rússia e não é que eu e o Paulo estávamos justamente em Moscou nessa data? Esse foi o dia em que o Exército Vermelho soviético derrotou os Nazistas alemães e por isso essa é uma ocasião superespecial no país.

É claro que nós não perderíamos esse oportunidade única e fomos pra perto da Praça Vermelha acompanhar as comemorações!

Foto: Reuters via Sofrep

Por conta do feriado, muitos restaurantes e cafés estavam fechados na cidade. Mesmo assim, a gente conseguiu tomar café da manhã em um lugar bem legal: o Moloko. O Paulo pediu um french coffee com licor de laranja e creme + smoothie com várias frutas e vegetais + bacon + suco verde com manjericão! Ele gostou bastante de todos, mas vamos combinar que a mistura não foi muito legal, né?

Eu pedi um pãozinho com ovo e espinafre que estava gostoso, mas nada extraordinário além de ter pouco sal e pimenta :/

Foto: @moloko_cafe

Saímos de lá, ainda em clima de comemoração do Dia da Vitória, e decidimos passar em frente a um mural do Kobra inspirado na bailarina russa Maya Plisetskaya. A obra fica na região de Tverskoy, uma das mais famosas de Moscou e vale a pena visitar. Para quem não sabe, Maya foi uma das bailarinas mais famosas do século XX e dançou até os 82 anos – dá pra acreditar?

Foto: Street Art Utopia

Depois de cruzar com um grupo Hare Krishna nesse dia que traz a tona tanto o militarismo soviético, decidimos ir para a Passeata dos Imortais que só acontece nessa data. As famílias levam cartazes com fotos dos familiares que lutaram na chamada Grande Guerra pela Pátria que foi a parte da Segunda Guerra Mundial (entre junho 1941 e maio de 1945) da qual a União Soviética participou.

Não é tão simples entrar na Passeata, afinal, cada um dos participantes precisam passar detectores de metal. Uma vez dentro da Passeata, eles oferecem gratuitamente um prato que era servido durante a guerra (um ensopado com trigo e carne), além de água e chá.

O clima por lá não é de tristeza e, sim, de orgulho e patriotismo. É realmente impressionante e, quem tiver a oportunidade de ir para a Rússia nesse período, vale muito a pena estar em Moscou no Dia da Vitória.

Foto: The Duran

É claro que depois de andar bastante, a gente fez aquela paradinha estratégica no Grand Coffeemania. Tenho que ser sincera aqui: a decoração em Art Déco é deslumbrante, mas o atendimento é muito ruim e é muuito caro. Para vocês terem uma ideia, 4 cafés e 1 água deram R$ 100,00.

Foto: Wallpaper

De lá, nós paramos na Mir Kino, uma loja de discos muito legal! Aqui eles tem bastante coisa da década de 80, principalmente rock russo. Para quem curte encontrar músicas, bandas e artistas diferentes, vale bastante a pena.

Ainda falando de lugares legais para comprar, preciso falar da Natura Siberica, uma loja de cosméticos naturais e incríveis com ingredientes encontrados na região da Sibéria. A marca já é bem conhecida em outros países europeus, como Inglaterra e França, mas vale muito a pena conhecer. Aliás, já tem post de lojas de cosméticos legais para visitar em Moscou aqui no site – é só clicar aqui para acessar 😉

Foto: Divulgação

Ainda no assunto compras, não deixe de passar na HHL VK Concept Store, uma das lojas mais legais que fui na Rússia. É uma loja conceito de moda que reúne criações de 69 estilistas de Moscou e St. Petersburgo. As peças têm um bom preço, muita qualidade e possuem um design bem interessante!

Foto: @hhlvk

O nosso dia terminou da melhor forma possível: em um rooftop, cheio de pessoas incríveis e com uma paisagem surreal do pôr do sol e dos fogos do Dia da Vitória! É claro que se você quiser conferir mais detalhes é só assistir o vlog completinho aqui embaixo!