Conhecer lugares surreais é uma das coisas que mais amo fazer em viagens. E para aproveitar o calor, eu e o Paulo escolhemos ir para Tulum, mais especificamente a região de Yucatán no México, que é um lugar com paisagens naturais lindas, energia sossegada, história e muito mistério. Lá, a gente conheceu alguns cenotes e uma das 7 maravilhas do mundo moderno, chamada Chichén Itzá.

Tulum fica na costa das Caraíbas da Península de Iucatão, no México. O lugar é uma antiga cidade portuária maia, além de ter muitas praias lindas. A grande fama vem pelos cenotes e também por uma construção super imponente, que é uma grande estrutura em pedra, chamada de El Castillo ou Pirâmide Kukulcán. Se você curte história e muito sossego, esse é o seu lugar. Listei tudo que você precisa saber para ir para Yucatán e conhecer os cenotes pela região! 

Cenotes em Tulum

Os cenotes são piscinas naturais formadas por rios subterrâneos que foram revelados a milhares de anos pelo colapso das rochas da região, que foram sendo corroidas com a ação da chuva. Ou seja, são concentrações de água abaixo do nível que a gente está, com uma entrada de luz vindo de cima, que formam uma imagem linda <3 Basicamente, são pontos de acesso a vastas redes de sistemas de cavernas inexplorados ainda hoje. 

Existem muitas histórias em relação aos cenotes – e vai de você acreditar ou nao. No entanto, uma coisa é fato: os maias utilizavam os cenotes como a sua única fonte de água! Por isso acreditavam ser um lugar sagrado e porta de entrada para Xibalba,  que seria o submundo. Além disso, pensavam que o deus da chuva, Chaak, vivia no fundo desses poços sagrados. Tem também existem versões mencionando que nesses espaços eram realizados rituais para pedir chuva e boas colheitas, com indícios de sacrifício humano – arqueólogos já recuperaram artefatos de ouro, jade e cerâmica e ossadas humanas :O

Ik-Kil

O primeiro que fomos foi o cenote Ik Kil, que fica a 26 metros abaixo do nível do solo e tem 40 metros de profundidade. O lugar é conhecido por lembrar o filme do Tarzan, pois possui muitas raízes de plantas penduradas, que formam um efeito lindo. Nesse, a infraestrutura é ótima para turistas de qualquer idade. Possui bóias e cordas para auxiliar os banhistas, escada para entrar na água… Outro ponto, é que água desse cenote é mais densa e doce, um pouco mais pesada, por isso é recomendado nadar com boia.

Onde? Hwy 180, Km 122

Quanto? MXN 80 = R$ 18 (valores de 2020)

Horário de funcionamento: 8 às 17h

Melhor horário: primeiro horário, que tem menos pessoas e você consegue aproveitar melhor, depois, fica lotado!

Suytun

Suytun Cenote, pelo que aprendemos antes da viagem, era um dos cenotes cerimoniais mais usados pelos maias. A teoria surgiu por conta da passarela com palco no meio do cenote, onde ao meio dia a luz fica exatamente sobre ele. Mas, quando chegamos lá, descobrimos que a passarela foi construída pelo dono do local, a pouco tempo atrás! Qual será a verdade? Mistério… A água é um azul turquesa lindo, com apenas 5 metros de profundidade, o que permite observar os peixes sem entrar na água. No entanto, o cenote não é muito bem cuidado e nāo existe nem um chuveiro próximo ou cuidados para saber se as pessoas estão entrando na água com protetor solar, repelente ou maquiagem (o que, a longo prazo, degrada o ambiente).

Onde? fica Carretera Ticuch Km 8 S/n, 97780 Valladolid, Yuc., México

Quanto? MXD 120 = R$ 28 (valores de 2020)

Melhor horário: ao meio-dia, a luz está a pino e ilumina bem o centro da passarela, mas antes tem menos pessoas 🙂

Dica essencial: Como nesse não tem um controle sobre entrada de pessoas com protetor, repelentes, maquiagem, tome cuidado para não entrar com esses produtos na água. 

Chichén Itzá + Cenote Sagrado

Visitar o Chichén Itzá dá aquela emoção de estar indo a uma das sete maravilhas do mundo moderno. O monumento também está na lista Patrimônio Histórico da Unesco, por ser um dos mais importantes centros políticos e religiosos dos maias. Resumindo, é uma zona arqueológica pra ter aquela experiência aventureira + aula de história.

A dica é começar pela Pirâmide de Kukulcán, e se você estiver lá em 20/21 de março ou 21/22 de setembro, acontece um fenômeno natural onde as luzes e sombras projetam a imagem de uma serpente nas escadarias da pirâmide. Depois, vá até Juego de Pelota, considerado o maior das américas, onde acontecia um jogo em que quem perdia era jogado de cima da pirâmide. E por fim, o Cenote Sagrado, com um grande espelho de água que chama atenção pela parede arredondada, provavelmente esculpida pelos maias.

Onde? fica Rodovia 180, km 72 a leste de Mérida 

Quanto? a partir de R$ 206

Horário: 8 às 16h30

Gran Cenote

O Gran Cenote é um bônus, já que nesse nao fomos. Mas, como é muito famoso não poderíamos deixar de fora da lista. Ele se divide em dois, um aberto e claro e outro mais fechado. Ou seja, para acessar, é necessário ir nadando por baixo de um caverna :O

Foto: @sandratipei

Nele, os peixes coloridos dividem espaço com as tartarugas – é bom levar uma lanterna à prova d’água para garantir mais visibilidade. Para chegar na “piscina coberta” é preciso ir nadando por dentro da caverna. Ele fica ao norte de Tulum, na estrada para Cobá. Apesar do melhor horário nele ser as 14h, quando a luz bate exatamente na cavidade de abertura dele, esse também é um dos horários de pico.

Onde? Quintana Roo 109 | Located on the highway to Coba, Tulum 77796, México

Quanto? R$ 65

Horário: 8 às 16h45

Melhor horário: às 14h é quando tem a melhor luz, mas também é quando tem mais gente :/

Sobre ir para Tulum!

Quanto custa?

As passagens aéreas para uma pessoa variam entre R$ 2500 a R$ 3000, mas podem chegar até R$ 2700 dependendo da época do ano. Os hotéis ficam de R$ 2000 até R$ 2400, para ficar 7 dias em um hotel 3 estrelas. 

 Qual melhor época do ano ir?

As épocas de alta são entre novembro e janeiro ou março e abril. Essas épocas tem menos chuvas, nao sao muito quentes e não ocorrem furacões, que acontecem geralmente entre junho e setembro. É bom lembrar que na alta temporada também é quando tudo está mais cheio, afinal, todo mundo quer ir na melhor época, né?

***

E aí? Qual deles você vai colocar na sua lista de viagem? Comenta aqui pra mim! Tem um vídeo no canal mostrando nossa experiência lá. Dá uma olhada pra dar aquela vontade de viajar também e compartilhe com a gente. Ah, já fomos para outros lugares no México e tem post no blog aqui 🙂