Ah, a primavera! Na minha opinião é a estação mais bonita e alegre no ano! Quando eu era pequena eu simplesmente adorava acompanhar meus pais às exposições de flores desta época no interior… e sempre saía mais leve! Não tem como não ficar feliz depois de passar o dia rodeada de cores exuberantes e aromas inspiradores!

Mas, será que flores servem somente para decorar e perfumar ambientes? E se eu te dissesse que flores também são cultivadas para serem comidas? Isso mesmo! Aliás, devoradas!!

Por que não variar a saladinha da dieta com lindas begônias amarelas? Ou então fazer um suco aromatizado com pétalas de rosas? E nesse calor, que tal um sorvetinho de violetas? Um créme brûlée de lavanda? E o xarope para tosse feito com cravos, da mamãe? E ainda, flor de abobrinha recheada e fritaaaaa! Fora que dará aquele toque de chef de cozinha sofisticado aos seus pratos!

Então, antes de sair empolgada por aí picando a sua floreira, comprando as rosas dos tiozinhos do farol ou afanando flores do jardim da sua vizinha (e botando a culpa na sua vovozinha, feito eu) dê uma olhadinha nas seguintes dicas!

Dicas para escolher suas flores comestíveis

  • Nem todas as flores do jardim são flores comestíveis! Muito cuidado ao pesquisar.
  • Para a flor ser comestível é necessário que ela seja orgânica e cultivada para esses fins!
  • O melhor momento para colher flores é logo após o orvalho ter secado, pela manhã ou no fim da tarde, após o calor do sol ter baixado. Não colha as flores no meio do dia, ou o calor pode secar o sabor e causar uma perda de sabor e cor.
  • Remova os estames e pistilos – Se forem muito evidentes (em flores grandes), remova-os. Partes brancas e estames e pistilos grandes normalmente são amargos e não devem ser mastigados.
  • Lave as flores – Agite as flores para remover insetos, detritos e terra. Inspecione com cuidado para ver se as flores estão sujas e lave-as com água, gentilmente, usando um coador de chá. Você pode também utilizar spray de água com delicadeza, pois as flores se machucam com facilidade. Se a flor for especialmente delicada, basta mergulhá-la brevemente.
  • Seque com toalhas de cozinha – Use toalhas de papel e deixe secar no ar

Alguns tipos mais comuns de flores comestíveis

Rosas

Ricas em vitaminas, as rosas servem para fazer infusões, conservas, adicionar um toque especial em pratos de carnes, sobremesas, pratos frios (entradas), cremes, mousses, combinada com sucos de frutas como limonadas e sucos de laranja.

Begônia

Possuem um sabor mais cítrico e uma acidez mais marcada e vão super bem com saladas ou pratos a base de peixe. Podem ser usadas cruas ou cozidas!

Calêndula

Combina com saladas, para decorar bolos e sobremesas ou como corante (caldos, queijos amarelos e manteigas), substituta do açafrão na hora de cozinhar o arroz (na verdade falsifica o açafrão).

Lavanda

A lavanda possui um aroma calmante, com toque cítrico e picante. Serve para fazer infusões, geleias, sobremesas geladas, vinagres, vinhos, biscoitos, xaropes, bolos, cheesecakes. Para usá-las nas suas receitas basta passá-las no processador e misturá-las com os cremes doces para dar a eles um aspecto azul claro e um toque picante.

Violeta

Vai bem com saladas, cristalizada em decoração de bolos, pudins e sorvetes e em geleias!

Amor perfeito

De sabor levemente adocicado, fica uma delícia em saladas e sobremesas e sempre dá um toque sofisticado na decoração de pratos salgados.

Flor de manjericão

A cor dessas flores variam do branco ao lilás, dependendo da variedade do manjericão, e o sabor é bastante parecido com a folha da erva porém menos pronunciada. Fica linda e deliciosa em massas à base de molho de tomate fresco!

Flor de abobrinha

São perfeitas para omeletes, recheadas e fritas para servir como entrada ou acompanhamento de carnes!

Cravos

Possuem um sabor mais apimentado e servem para decoração, molhos e saladas! O amarelinho, também conhecido como “cravo de defunto” serve para fazer um xarope para tosse que, na verdade, parece mais uma calda de sobremesa!

salada primavera 1

Para ver a receita da nossa Salada de Primavera, clique aqui.