Uma viagem internacional exige planejamento e é claro que algumas dúvidas surgem durante esse processo. Além da passagem e da hospedagem, pensar no meio de transporte que será usado no destino é um dos pontos mais importantes.

Em cidades como Nova York, Paris e Londres, por exemplo, não compensa alugar um carro porque transporte público não falta. No entanto, a locação de um veículo é indispensável em alguns outros lugares do mundo e em viagens mais longas.

Foto: Con (Pinterest)

Como muitos de vocês estão acompanhando a nossa road trip pela rota 66, nada mais justo do que compartilhar algumas dicas para não passar perrengues ou gastar demais na locação de um veículo fora do país 😉

IDADE MÍNIMA E DOCUMENTAÇÃO

Cada país possui suas próprias leis por isso vale a pena pesquisar bem, mas boa parte deles só permitem o aluguel de carro por pessoas acima dos 21 anos e com, no mínimo, 2 anos de habilitação. Algumas locadoras abrem exceções para motoristas mais novos ou habilitados a menos tempo, mas cobram uma taxa.

Quanto a documentação, é aconselhável fazer a Permissão Internacional para Dirigir (PID). O documento é emito pelo DETRAN do seu estado e tem a mesma validade da sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Caso você planeje ficar mais de 180 dias em um dos 130 países que fazem parte da Convenção de Viena sobre Trânsito Viário (consulte aqui), o documento se torna obrigatório.

Mesmo assim, a nossa sugestão é sempre andar com a PID + CNH + documento de identificação (passaporte) para evitar problemas.

ONDE RESERVAR?

Existem dois sites que auxiliam muito na hora de comparar preços e reservar carros nas principais locadoras como Hertz, Sixt, Alamo, Avis, Europcar, Enterprise, entre outras. O primeiro é o Rentalcars do mesmo grupo do Booking. Além de dar opções das locadoras mais conhecidas, eles também localizam empresas regionais. Caso escolha uma locadora menor, sempre dê uma pesquisada no TripAdvisor para ver se é bem recomendada.

Um ponto bem positivo do Rentalcars é que, por ser o maior comparador de preços de carros do mundo, ele possui parcerias com diversas locadoras e por isso você acaba encontrando descontos e promoções diferenciadas 😉

Outro site legal para pesquisar é o Rentcars. O site é brasileiro, mas é possível reservar carros nos principais destinos do mundo. Além do suporte por telefone em português, no site é possível parcelar o pagamento em 12X no cartão e não pagar o IOF.

ESCOLHA DO CARRO

Vai em um grupo de 4 pessoas ou fazer uma road trip com muita bagagem? Não abra mão de um carro grande e confortável! Além do tamanho do carro, é sempre bom pesquisar as condições das estradas e ruas, afinal, em alguns destinos um 4×4 é imprescindível.

Outro ponto importante na hora de escolher o modelo é optar por carros mais econômicos.

RESERVE COM ANTECEDÊNCIA

Além de sair mais barato, você não corre o risco de não encontrar o modelo desejado na hora da retirada. Outro ponto bastante positivo é a possibilidade de um upgrade. Caso não tenha nenhum carro da categoria que reservou disponível na loja, você pegará um modelo superior pelo mesmo valor!

Apesar de todas essas vantagens, o ponto mais importante da reserva antecipada é que você não fica tão vulnerável a cair em “pegadinhas” e papo de vendedor, sabe? Assim você evita de pagar taxas ou seguros desnecessários.

O SEGURO

A maioria das locadoras já oferece um seguro básico contra roubos e danos no veículo, mas sempre opte por um que também cubra danos causados à terceiros. Esse tipo de seguro quase nunca está embutido no valor, mas na hora da locação vale a pena pagar um pouquinho mais para evitar possíveis problemas.

Também é legal contratar um plano com assistência técnica da locadora em caso de pane, pneus furados, perda da chave…

VISTORIA NA RETIRADA

Por mais cansado que você esteja na hora de retirar o carro, não deixe de fazer uma vistoria completa no veículo. Caso encontre algum arranhão ou batida, tire fotos na locadora e avise os funcionários para evitar cobranças indevidas na hora da devolução.

QUILOMETRAGEM LIVRE OU RESTRITA?

Apesar do valor aparentemente mais caro, é melhor optar pela quilometragem livre. Ao escolher a restrita você corre o risco de pagar os km adicionais que não são baratos. Além disso, é sempre bom ter a liberdade de mudar o roteiro sem se preocupar com a quilometragem.

CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL

Para alugar um carro fora do país você vai precisar de um cartão de crédito internacional. É importante que o titular do cartão seja um dos condutores do veículo ou a pessoa que consta no contrato de locação.  Vale ressaltar que quando a reserva for feita, a empresa fará um bloqueio de uma determinada quantia (caução). Esse bloqueio utiliza o limite do cartão e só será desbloqueado na devolução do veículo.

CONDUTOR ADICIONAL

As locadoras cobram uma taxa para cada condutor adicional e é possível adicioná-los no ato da reserva. É importante lembrar que as regras e documentação do condutor extra são as mesmas.

DEVOLUÇÃO COM TANQUE CHEIO

A não ser que você consiga uma promoção que permita a devolução do carro com o tanque vazio, é importante sempre devolver o carro com o tanque cheio. Caso você não devolva, a locadora cobrará o valor desse tanque extra que acaba saindo muito mais caro do que se você mesmo abastecesse.

***

Ufa, acho que essas 10 dicas vão auxiliar bastante quem está planejando uma viagem internacional! Tem mais alguma? Conte aqui nos comentários 😉