O nosso primeiro dia em Moscou começou com um bom cochilo no melhor hotel que ficamos durante a viagem: o Moss Boutique Hotel. Não é exagero gente, até o corredor tinha uma decoração especial. Os revestimentos diferentes de cimento queimado, a cama mega confortável, o cuidado com os amenities, o serviço ótimo… Não dá pra reclamar, né?

Como precisávamos descansar depois de muitas viagens curtinhas e preparar os próximos programas, tiramos o nosso primeiro day-off na Rússia 😉

Foto: Naomi Goodsir

No dia seguinte, estava um sol maravilhoso na cidade e é claro que a gente aproveitou o clima bom para andar bastante a pé, meio que se perdendo nos bairros. A primeira parada foi no Kita-Gordo, um dos bairros mais famosos de toda a capital, que parece um cenário de filme do Wes Anderson, sério. Tudo em tons pastel, construções mais clássicas e muito bem conservadas. Realmente encantador!

De lá, nós fomos conhecer o Zaryadye Park, um dos parques mais conhecidos da cidade apesar de ter sido inaugurado em 2017. Ele fica do lado da Praça Vermelha, é cercado de Igrejas e tem muitas áreas interessantes. Além do anfiteatro, dos pavilhões e de uma ponte incrível, o parque ainda conta com uma parte que simula artificialmente cada um dos climas típicos do país: a estepe, a floresta, as zonas úmidas e a tundra.

O controle de luz, temperatura e umidade é que possibilita que essas 4 áreas coexistam em um espaço relativamente pequeno. Bem interessante, né?

Foto: Malishev Engineers

O nosso almoço não poderia ter sido em um restaurante mais legal do que o Voskhod. O lugar fica dentro do próprio parque e tem a decoração inspirada em uma base espacial – até o uniforme dos garçons é nesse estilo! Só pela decoração já valeria a visita, mas preciso falar a que a comida e o serviço também são impecáveis. Nós curtimos muito a experiência e é claro que logo logo entra post completo sobre o lugar aqui no site 😉

Foto: Sundukovy Sisters

O nosso passeio pela Praça Vermelha acabou sendo prejudicado porque estávamos na véspera do Dia da Vitória (9 de maio), um dos principais feriados russos, e a praça estava fechada. Mesmo sem ver de pertinho as principais atrações, foi incrível poder observar a arquitetura maravilhosa da Catedral de São Basílio e do Kremlin.

Foto: Elle Decor

Depois de tanto andar, encontramos a Edvanya, mais uma brasileira que vive na Rússia. Ela, que vive em Moscou há 11 anos, contou um pouquinho de como é viver na cidade e ainda levou o Paulo para uma aula de samba na 9 Zalov, onde ela dá aula para uma turma só de russas. Você vai precisar assistir o vlog pra ver como o Paulo se saiu, mas já dá pra imaginar, né? Haha 😉

Como o dia teve muita dança, não poderíamos ter escolhido um lugar melhor para a noite: o Bolshoi. Assistir a uma apresentação de Ballet no Bolshoi é um daqueles clichês que valem a pena, sabe? Nós saímos encantados com o espetáculo, especialmente com o terceiro ato que foi impressionante!

Foto: Doug via Pinterest

E para encerrar esse primeiro dia de passeios bem intenso em Moscou, fomos no restaurante Odessa-Mama que ficava bem pertinho do nosso hotel. O lugar mistura gastronomia judaica, russa e georgiana – o que me apetece muuito! Não tem firula, tem aquele tempero na medida certa e muitos vegetais deliciosos! Vegetarianos, anotem essa dica, tá?

E pra saber ainda mais sobre esse dia em Moscou, não deixe de ver o vlog completo aqui embaixo. Tenho certeza que você vai amar ver o Paulo sambado, as paisagens lindas e muita comida boa 😉