Eu e o Paulo amamos caminhar pelas cidades e conhecer os bairros mais interessantes e diferentes de cada lugar. Em Buenos Aires existem vários, mas um dos mais legais é o bairro de Palermo. Toda a região é cheia de cantinhos legais para conhecer e fotografar, juro! Ela é ótima até mesmo para a hospedagem – já já sobe um post exclusivamente sobre o assunto 😉

As ruas de Palermo são super modernas e descontraídas, com várias lojas e restaurantes alternativos. Além disso, vários pontos turísticos de Buenos Aires ficam nessa área, ou seja, tem tudo de bom, né? Apesar dessa parte da cidade ser conhecida por algumas subdivisões, como Palermo Soho, na prática elas acabam não sendo muito usadas. No entanto, vou usá-las em alguns momentos do post para vocês conseguirem se localizar melhor. Agora vou falar algumas das coisas mais legais para vocês conhecerem por lá!

Lojas 

Foto: The Everygirl

Palermo é cheia de lojas diferentes e bem originais, desde artigos e decoração à roupas e papelaria. Um dos lugares mais fofos e incríveis dessa região é PAUL French Gallery. A loja é bem carinha, mas merece uma visita só pela decoração cheia de plantinhas e frases de efeito espalhadas pela parede. O foco deles é na venda de artigos domésticos, porém eles separaram um cantinho para instalar um pequeno café.

O lugar fica meio escondidinho, na rua Gorriti, 4865. Para chegar até a PAUL você percorre um corredor que também acomoda uma loja de plantas e uma loja de chás, a Tealosophy. Prometo que vocês não vão se arrepender de ir para lá, até porque o lugar rende ótimas fotos para o instagram!

Foto: Divulgação

Quem ama papelaria não pode deixar de ir na Monoblock. A loja é cheia de itens originais e são todos muito lindos e únicos. Eles vendem agendas, estojos e mochilas com estampas divertidas e fofas. Também é um ótimo lugar para você comprar algum presente, principalmente se a pessoa gosta desse tipo de coisa.

Para comprar roupas, duas das lojas locais mais interessantes são a Awada e a Desiderata. Elas oferecem opções de roupas bem modernas, mas ao mesmo tempo atemporais, sabe? Além delas, você pode ir até o Distrito Arcos Premium Outlet, aproveitando os descontos. Ah, e se você quiser conhecer uma feirinha cheia de coisas da região, é só ir na praça Plaza Serrano. O ambiente não é tão moderno e lindo como o dos outros lugares, mas ainda sim é bem agradável.

Restaurantes e cafés 

Foto: Divulgação

Vários restaurantes e cafés de Palermo disponibilizam mesinhas ao ar livre, ou seja, é super agradável para passar a manhã ou a tarde por lá – principalmente se você está indo no verão ou na primavera. A maioria das ruas é bastante arborizada, o que torna tudo ainda mais charmoso. Na parte de Palermo Hollywood, um dos melhores cafés é o Oui Oui. Ele é perfeito para comer algum doce ou tomar um café da tarde pela região.

Já em Palermo Soho, uma opção deliciosa é o Lobo Café. O lugar também vende doces e, assim como o Oui Oui, tem mesinhas ao ar livre! O Ninina Bakery já é um pouco diferente dos outros, porque tem uma proposta mais minimalista. Eles também oferecem pratos muito bons para café da manhã e almoço.

Em relação a restaurantes, vários dos lugares mais famosos de Buenos Aires ficam localizados nessa área, como o La Cabrera e, para os vegetarianos, o Ohsawa, por exemplo. Se vocês quiserem saber mais restaurantes pela cidade é só ler esse post sobre os melhores restaurantes vegetarianos e melhores restaurantes no geral 😉

Pontos Turísticos 

Foto: Datoonz

Apesar de ter várias ruas tranquilas, Palermo é uma das partes mais movimentadas da cidade, principalmente porque vários pontos turísticos ficam nessa região. O parque 36 de Febrero, também chamado de Bosques de Palermo, é um dos mais frequentados da cidade e também um dos maiores. Ah, nele você encontra o Planetário Galileo Galilei – vale a pena ir para quem gosta do tema.

Além dele, outras duas áreas verdes bem conhecidas por lá são o Jardim Japonês e o Paseo del Rosedal. Cada um deles possui uma característica diferente, já que as espécies de flores e outras plantas são bem variadas. Quem preferir uma atividade indoor pode ir até o MALBA (Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires). O acervo é incrível! Para vocês terem uma noção, o quadro Abaporu, da Tarsila do Amaral, está exposto lá.

Arte de rua

Foto: Gisele Rocha via Viajei Bonito

Toda a região de Palermo é rodeada de grafites e arte de rua. Sabe aqueles painéis grandões de grafite, como aqueles do Beco do Batman, em São Paulo? É mais ou menos assim! Parece que cada muro é um cenário de foto e são super coloridos e diferentes. Além de deixar toda a vizinhança mais bonita e menos monocromática, a arte de rua também é uma forma de expressão da cultura dos moradores de lá.

Se você é tem bastante interesse nisso, é legal fazer um tour com o Grafittimundo. O tour funciona como um guia para explorar as melhores artes de rua de Buenos Aires, não só da região de Palermo. Eles oferecem três tipos de passeios, e os preços variam entre 20 e 30 pesos.

***

Como vocês perceberam, Palermo parece uma mini cidade, já que você pode fazer coisas bem diferentes na região. E vocês, conhecem mais algum cantinho legal por lá?