Quem me acompanha há algum tempo sabe que eu uso alargador, mas isso nunca me impediu de colocar vários brincos! Para quem não sabe, meu furo é o de 10mm (1cm). Além de usar os alargadores mais tradicionais, eu aproveito para brincar com cores e formatos diferentes. 

Mas Dani, e se eu quiser usar um brinco tradicional, tem como? Sim! Organizei para vocês em três categorias as formas como eu uso brinco, e todas elas dão super certo. Bora lá? 

Brinco tipo anzol

A dica para quem pretende usar brincos tipo azol é fazer um segundo furo. No meu caso, por exemplo, eu coloco o brinco nesse segundo furo e escolho um alargador que combine com ele. Não rola usar esse tipo de brinco no furo do alargador por pesar a orelha, mas acho essa solução bem eficiente 😉

Brinco de pressão

Quando os brincos são mais pesados e maiores, prefiro aqueles de pressão! Além de terem uma borrachinha que segura melhor na orelha, os brincos ficam mais fixos e sem perigo de cair. Ah, e dê sempre preferência para os de fecho arredondado, combinado? 

Brinco tradicional

Apesar dessas opções, sempre tem um brinco ou outro de modelo tradicional que a gente fica com vontade de usar. Quando isso acontece, eu uso um esparadrapo/fita transparente cortada em formato quadradinho para cobrir um dos lados do buraco. Para reforçar, coloco dois pedacinhos! 

Feito isso, eu furo o esparadrapo com o próprio brinco, tomando cuidado para furar o mais alto possível. Além disso, opto sempre pelas tarraxas do tipo sutiã de orelha, que sustentam melhor o acessório. 

***

Se quiser entender melhor como eu faço e conhecer os alargadores que uso, é só assistir o vídeo lá no meu Instagram explicando tudo 😉