a-comida-imita-a-arte-conhecimento-científico-carl-warner-ickfdFonte: Conhecimento Científico

A arte e a vida de vez em quando se confundem, mas já pensou em obras primas com comida? A arte também pode se confundir com a comida! Prova disso, os artistas Giuseppe Arcimboldo, Vik Muniz, Jason Mecier, Carl Warner e  Ida Skivenes.

O primeiro a criar obras com comida foi o pintor italiano Giuseppe Arcimboldo, antes do Surrealismo, Impressionismo e Alegorismo. No século XVI pintava retratos com frutas, vegetais, raízes, animais e objetos do cotidiano.

Os retratos tiveram como modelos reis como Fernando I de Viena, Maximilian IIRudolf II de Praga e Augustos da Saxónia. Seu quadro mais famoso As quatro estações de 1573, foi feito de uma sequência de cabeças formadas por vegetais como flores, folhas, raízes e vegetais. E cada uma delas representa: primavera, verão, outono e inverno.

a-comida-imita-a-arte-virus-da-arte-as-quatro-estacoes-giuseppe-arciboldo-ickfd

a-comida-imita-a-arte-wiki-art-vertumnus-emperor-rudolph-giuseppe-arcimboldo-ickfdFonte: Vírus da Arte – Wiki Art

Suas obras inspiraram grandes artistas como Salvador Dalí e alguns críticos da época o consideravam louco por conta da estranheza nos seus quadros.

O artista plástico Vik Muniz, natural de Nova York mais conhecido pelo filme Lixo Extraordinário. Longa que mostra o processo de criação de Vik para criar retratos utilizando lixo ou comida. O artista já reproduziu grandes obras como a Monalisa com geléia e manteiga de amendoim, ou ainda, imagens como a de Che Guevara, Elizabeth Taylor e Freud. O amor pela arte com alimentos não para por aí e, muito menos, os ingredientes, Muniz já utilizou: açúcar, xarope de chocolate e calda.

a-comida-imita-a-arte--4-studio-monalisa-medusa-che-ickfdFonte: 4 Studio

O americano Jason Mecier cria seus trabalho de mosaicos com materiais descartáveis, e principalmente materiais comestíveis. Jason já utilizou salgadinhos, frutas, doces, macarrão, bolachas e até pílulas para fazer alguns retratos dos rostos mais famosos americanos como Lindsay Lohan, Amy Winehouse, Obama e Michael Jackson.

a-comida-imita-a-arte-express-waiter-blogspot-rosie-odonnel-jason-mecier-ickfd

a-comida-imita-a-arte-daily-mail-mosaico-michael-jackson-jason-mecier-ickfdFonte: Express Waiter BlogDaily Mail

O fotógrafo londrino Carl Warner criou uma série chamada “Foodscapes“, com imagens criadas com alimentos como brócolis, doces e frutas. O jogo de palavras define bem seu estilo que fogem das paisagens tradicionais e utilizam de muita técnica já impressionaram muitas pessoas. E para conseguir suas fotos, a produção é realizada em etapas, para evitar que nada murche antes da fotografia ser tirada.

GARLIC_1

a-comida-imita-a-arte-daily-mail-comida-amarela-carl-warner-ickfd

a-comida-imita-a-arte-foof-curated-comida-verde-brocolis-carl-warner-ickfdFonte: Carl Warner Pinterest – Daily Mail – Food Curated

Os pais de Ida Skivenes ou Ida Frosk não devem tê-la ensinado que não pode brincar com a comida. Mas a desobediência ajudou Ida a criar sua arte com alimentos. Skivenes utilizando o pão como base recriou obras de Matisse, Picasso e Andy Warhol. Além de retratos renomados como o da artista mexicana Frida Kahlo. Tudo começou na página do Instagram que hoje tem  288 mil seguidores que foi criada em junho de 2012. Além disso, existe um blog com fotos dos seus cafés da manhã.  

a-comida-imita-a-arte-another-mag-ida-skivenes-matisse-ickfd

a-comida-imita-a-arte-bronx1985-wordpress-ida-skivenes-frida-kahlo-ickfd

Fonte: Another Mag – Bronx 1985