São Paulo pode se orgulhar de ter em suas terras um restaurante/bar com muita história para contar. Criado em 1949 no centro da capital paulista, o Paribar foi ponto de encontro de artistas, intelectuais, jornalistas e boêmios ao longo das décadas de 50, 60 e 70. De Chico Buarque a Mick Jagger, o “Pastifício, Ristorante e Bar”, nome que deu origem ao apelido carinhoso, sempre se manteve na proposta de reunir e celebrar a vida com boa comida.

Hoje, o Paribar é comandado pelo chef/empresário Luiz Campiglia, que apostou nos elementos clássicos do local, como o toldo verde e branco e a fachada de mármore. É nesse ambiente aconchegante e convidativo que as sobremesas da Dani Noce vão estar. Durante os brunches de domingo*, acontece ali no restaurante o Festival de Jazz Manouche, com muita música e comidas deliciosas a partir das 11h.

Mas tá, vou falar sobre o que você realmente quer saber! Os doces da Dani ;D

São três opções para o brunch: Panqueca, Verrine de Granola e Pavlova. Todas as receitas foram desenvolvidas pela Dani e quem vai reproduzi-las é a equipe da cozinha do Paribar, seguindo o padrão I Could Kill For Dessert de qualidade 😛

panqueca-iogurte-danielle-noce-paribar-ickfd

A panqueca é bem fofinha, feita com banana na massa e servida com uma deliciosa calda de laranja amanteigada. Para deixar tudo ainda mais gostoso, elas acompanham chantilly batido com raspinhas de laranja. Já quase pude sentir o cheirinho delas invadindo o ambiente ;D

panqueca-iogurte-danielle-noce-paribar-ickfd2

Outra opção é a Verrine de Granola caseira, feita com linhaça, chia, goji berry – Sabe aquela granola bem crocante? Imagine-a  intercalada com iogurte grego e frutas vermelhas. Salivou? Eu também. Essa é uma granola bem servida, ou seja, dá para duas pessoas aproveitarem cada colherada!

verrine-granola-iogurte-danielle-noce-paribar-ickfdverrine-granola-iogurte-danielle-noce-paribar-ickfd2

Agora, se você quiser uma sobremesa daquelas de sair sonhando acordado, melhor escolher a Pavlova! Recheada com creme de limão siciliano e coberta com uma marinada de frutas vermelhas, com aquele toque de vinagre balsâmico todo especial para realçar o sabor. E claro, para finalizar, uma firulada de raspas de limão siciliano. Bem cítrica e do jeito que a Dani gosta e que com certeza você vai amar!

pavlova-frutas-vermelhas-danielle-noce-paribar-ickfdpavlova-frutas-vermelhas-danielle-noce-paribar-ickfd2

Gostou? Se prepare para um brunch inesquecível no domingo, chame os amigos e aproveite cada minuto!

*O festival Manouche vai até meados de julho.