Petra foi com certeza um dos lugares mais incríveis que conheci na vida. Além da história milenar de um povo que habitou esse lugar praticamente inóspito por 2.000 anos, a cidade é linda e surpreende em cada detalhe. Não é à toa que ela é considerada uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo e patrimônio histórico da UNESCO.

Para quem ainda não viu, nós fizemos um vlog todo mostrando a cidade mais impressionante da Jordânia. Como não dá para passar tantas informações no vídeo, decidi contar um pouquinho mais sobre esse lugar e a nossa experiência aqui no blog.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-2

Petra é uma cidade construída em pedras. Os Nabateus viveram nessa região por muitos séculos e, no meio dos canyons rosados e rochas de arenito, construíram suas casas, templos, teatros e, claro, muitas tumbas.

O curioso é que depois da região ter sofrido vários terremotos no primeiro milênio, as tumbas foram as construções menos afetadas. Esculpidas em rochas, elas estão espalhadas por uma enorme área da cidade – inclusive fomos conhecer a chamada Rua das Fachadas, com muitos túmulos em sequência.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-4

Foto – Edukavita

Para que entendam melhor a arquitetura da região, depois de Petra ter sido uma importante rota comercial, a cidade foi conquistada pelo Império Romano ainda no século I e, por isso, as construções da região tem muita influência do período helenístico.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-3

O ponto mais famoso de toda a cidade é com certeza o Al Khazneh, também muito conhecido como o The Treasury. Ainda não se sabe o porquê da construção: alguns dizem que foi construída para um Deus e outros para um Rei. Independentemente do real motivo, a construção é uma verdadeira obra de arte e precisa, com certeza, entrar no seu roteiro.

O “Tesouro” fica logo na entrada da cidade. Caso você faça o mesmo caminho que a gente, entrando pelo centro de visitantes do Petra Archaeological Park, você irá caminhar por dentro de um canyon estreito que desemboca diretamente no The Treasury. Eu e o Paulo preferimos fazer esse passeio à pé, pois só de andar devagar por esse caminho a viagem já começa de uma outra forma e a experiência é completamente alterada.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-1

Outro ponto que você não pode deixar de ir, mesmo com pouco tempo disponível, é o Teatro. Construído no estilo romano e com capacidade para 7.000 espectadores, o local foi também esculpido em pedra. Os assentos em semicírculo e algumas colunas ainda continuam em pé. A magnitude desse lugar surpreende qualquer um.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-5

Foto – Ao Sabor do Vento

Pensa que acabou? Ainda existem muitos outros pontos para conhecer em Petra. Como eu e o Paulo ficamos apenas três horas pela região, não conseguimos visitar um dos pontos mais bonitos da cidade: o Mosteiro Al-Deir.

Imponente, o local fica um pouco mais afastado, a 7 km do centro de visitantes. Apesar do tempo para chegar lá e dos mais de 800 degraus, o caminho pela terra rosada é maravilhoso e a caminhada embaixo do sol vale muito a pena! Separe pelo menos 8 horas para conhecer Petra, viu? Com esse tempo você vai conseguir chegar até esse ponto da cidade e se impressionar ainda mais com as construções.

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-6

Foto – Inspiration Travel

Por último, mas não menos importante, a visita ao Qasr al-Bint, um dos principais templos da cidade, é uma das mais recomendadas. Construído pelos Nabateus em 30 A.C, as ruínas ainda continuam em pé e chamam a atenção! Incrível, né?

mais-sobre-a-cidade-de-petra-jordania-viagem-danielle-noce-7

Foto – Compass Whistle

Como se conhecer Petra já não valesse toda a viagem para Jordânia, fiz um roteiro completo do nosso dia no país para saberem mais – é só clicar aqui 😉 Além disso, uma outra boa dica para quem for passar mais de três noites na Jordânia é comprar o Jordan Pass que dá acesso à várias atrações turísticas, inclusive ao Petra Archaeological Park.