Eu e o Paulo amamos conhecer mais sobre a cultura dos países que conhecemos e também aprender um pouco sobre a relação da arte com o local. Berlim, por exemplo, é uma cidade extremamente importante historicamente e ela também abriga galerias de arte incríveis, com artistas talentosos e inovadores.

Além dos museus da cidade, como o Museu de Arte Contemporânea Hamburger Bahnhof, Berlin tem arte espalhada por todos os cantos e em lugares muito significativos. Fiz uma seleção de 10 galerias que precisam ser ainda mais visitadas, tanto pela importância de cada uma delas como também para que a gente valorize mais os artistas e suas formas de expressão 🙂

Sammlung Boros 

Foto: Doppel Berlin

Já começo a lista com um dos lugares mais interessantes da cidade. A galeria Sammlung Boros fica dentro de um bunker antigo, construído na época da Segunda Guerra Mundial, então vocês já devem imaginar a importância desse local para a cidade. Para quem não está familiarizado com o termo, um bunker é um abrigo de emergência subterrâneo contra bombas.

O ambiente é rústico e o foco da galeria é em arte contemporânea. Por esse motivo, você encontrará coisas bem diferentes por lá. Além das exposições, é interessante conhecer esse lugar para ver como eram as condições vividas pelas pessoas durante a Segunda Guerra Mundial. As visitas são feitas em grupos de no máximo 12 pessoas e somente de quinta à domingo!

Endereço:  Reinhardtstraße 20

East Side Gallery 

Foto: Road Affair

Outro lugar super marcante em Berlim é a East Side Gallery. Essa é uma das poucas partes do Muro de Berlim que continua erguida, abrigando uma galeria a céu aberto de vários grafites. Ela é cheia de murais conhecidos mundialmente. Um deles é o grafite do beijo entre Leonid Brezhnev and Erich Honecker – o líder soviético e o presidente comunista alemão.

Os murais são incríveis e esse ponto da cidade é bem turístico, mas infelizmente o muro não é tão bem conservado como deveria ser. Várias partes foram pichadas e muitos turistas tem o costume de escrever no muro. Ou seja, contribuem ainda mais para a degradação das pinturas feitas pelos artistas. Apesar disso, é um passeio muito interessante e também é um ótimo lugar para tirar fotos legais.

Endereço: Mühlenstraße 3-100

Kunst-Werke Institute for Contemporary Art 

Foto: Divulgação

A KW, como é chamada pela maioria das pessoas, é uma galeria inovadora e que é usada também como um espaço de criação pelos artistas. O prédio era antes uma antiga fábrica de margarina e foi transformado para abrigar projetos artísticos bem variados.

As exposições mudam constantemente e, no local, também acontecem palestras, apresentações e exibições de filmes. A galeria dá bastante espaço para jovens artistas que tenham projetos diferentes e criativos, portanto você sempre irá encontrar algo curioso e intrigante.

Endereço: Auguststraße 69

Berlinische Galerie 

Foto: Happening Media

Uma das galerias preferidas entre os próprios artistas da cidade, a Berlinische tem um ambiente bem clean e iluminado. Ela abriga obras de diferentes movimentos artísticos, dentre eles o expressionismo. É importante ter uma galeria com obras expressionistas, principalmente porque um dos principais objetivos dessa vanguarda era denunciar o caos da sociedade nos tempos da guerra.

O acervo permanente é repleto de quadros que fazem parte da história de Berlim. No entanto, também contam com exposições de artistas locais novos e as instalações mudam regularmente. Acho essa mistura entre o novo e o antigo incrível, por isso não deixem de visitar a Berlinische!

Endereço: Alte Jakobstraße 124-128

Galerie Capitain Petzel

Foto: Contemporary Art Daily

A galeria Capitain Petzel é relativamente recente, porque foi criada em 2008. O próprio espaço onde ficam as obras já é significativo, já que é um edifício modernista com um formato quadrado de 1,300 metros quadrados. O próprio prédio em si já é um ótimo motivo para conhecer o local!

Os proprietários da galeria, Gisela Capitain and Friedrich Petzel, tem como objetivo expor obras de todos os estilos, sejam elas quadros, objetos, painéis e também a arquitetura. As exposições incluem tanto artistas locais quanto internacionais, portanto é bem diversificada e a maior parte das obras são de arte contemporânea.

Endereço: Karl-Marx-Allee 45

Carlier Gebauer Gallery 

Foto: Artimissa

A Carlier Gebauer é extremamente importante no cenário artístico de Berlim por ser uma galeria independente e que existe desde 1991. Além disso, as exposições sempre possuem nomes importantes e significativos.

Assim como a Berlinische, eles misturam obras de artistas já consagrados com artistas emergentes, mesclando diferentes gerações. O espaço de exposição é dividido em três grandes salas brancas, como enormes quadrados. Elas geralmente exibem diferentes exposições e eles também contam com uma sala de projeção. Tudo por lá é bem moderno e especial!

Endereço: Markgrafenstraße 67

Camera Work

Foto: Whin Online Magazine

Além das incríveis galerias de arte contemporânea, com quadros e esculturas diferentes, Berlim também conta com galerias que têm o foco em fotografia. A Camera Work é um desses lugares e é maravilhosa, especialmente se você tem interesse por fotografia, tanto atuais como também mais antigas. O prédio também é lindo e fica localizado em uma região super agradável. As fotos são lindas e dentre os fotógrafos expostos estão Nick Brandt e Brian Duffy.

Endereço:  Kantstraße 149

me Collectors Room 

Foto: Arrested Motion

A galeria me Collectors Room possui um acervo fixo composto de obras da coleção pessoal de Thomas Olbricht. Ele é colecionador de arte, também um endocrinologista! Bem eclético, né? As obras da coleção e das exposições são bem variadas e de diferentes épocas. Uma das partes do acervo permanente possui mais de 300 objetos do renascimento e do barroco.

Acho esse estilo de exposição super legal e até mesmo divertido, porque conseguimos comparar várias coisas com a nossa sociedade atual. Assim, temos uma ideia melhor de como nossos antepassados viviam e o que fazia parte do cotidiano deles. Ah, a maioria das obras expostas em eventos temporários são contemporâneas!

Endereço: Auguststraße 68

Contemporary Fine Arts 

Foto: Art Map

As exposições da Contemporary Fine Arts são bem inovadoras e grande parte dos artistas são internacionais, como Jonathan Meese e Georg Baselitz. Os temas e artistas mudam constantemente e as exposições possuem obras com visões bem distintas e variadas. As instalações também são lindas e é um ótimo espaço para quem gosta de apreciar qualquer tipo de arte 🙂

Endereço:  Grolmanstraße 32/33

Johann König 

Foto: Roman März

Uma das coisas mais interessantes da Johann König é a diversidade dentro de uma única exposição. Eles apresentam não só quadros e esculturas, como também vídeos, fotografias, gravuras, sons e performances. Essa variedade de mídias torna tudo mais interessante e interativo, saindo do comum e conquistando mais a atenção do visitantes.

Não é todo mundo que curte ir em um lugar apenas para ficar observando, por isso esse tipo de galeria abrange um público maior. König, dono do local, diz que procura sempre mudar o estilo das exposições e não ficar preso à uma única “escola”, garantindo ainda mais essa diversidade do mundo artístico dentro de um único espaço.

Endereço: Alexandrinenstraße 118

***

Como vocês puderam perceber, tem muitos lugares incríveis relacionados a arte para conhecer em Berlim. Além das galerias que citei, existem muitas outras – isso sem contar os museus! Nossa viagem para lá foi super marcante e amei poder ter conhecido alguns desses lugares. Caso queira assistir aos nossos vlogs é só clicar aqui 😉