A região do Daguestão é considerada uma das mais perigosas da Rússia e isso devido a conflitos territoriais e até mesmo culturais no passado. Como contei no primeiro post sobre sobre o local, o Daguestão abriga mais 30 etnias diferentes que possuem até mesmo línguas diferentes. Apesar do Islã unir grande parte do povo, ainda assim as diferenças culturais são enormes!

Essa foi, definitivamente, uma das regiões mais impressionantes que conhecemos na viagem toda e é claro que não deixaríamos de compartilhar o nosso roteiro completo – para acessar é só clicar aqui 😉

Os pontos marcados no mapa, como sempre, estão separados por cores que facilitam a visualização:

– Amarelo: Restaurantes

– Vinho: Cidades

– Verde: Atrações turísticas naturais

Apesar de já ter falado sobre isso em vídeo e aqui no site, acho que vale a pena ressaltar que o Daguestão não é uma região de fácil acesso para turistas – principalmente estrangeiros. Até por conta das línguas e da cultura, é muito difícil encontrar pessoas que falem inglês e, em alguns casos, até mesmo russo.

Eu e o Paulo mesmo tivemos a ajuda da nossa produtora russa Alina (instagram: @alina_dzh) que conhecia muita gente e muitos guias em cada um dos locais pelos quais passamos. Para vocês terem uma ideia, existem áreas que precisam de autorização do governo russo para entrar, como é o caso da Dagestan Nature Reserve.

Para entenderem um pouquinho mais sobre esse lugar tão incrível e que nos proporcionou experiências maravilhosas é só assistir aos vlogs que estão aqui embaixo 😉