Não existem lugares melhores do que brechós e feirinhas de antiguidade para encontrar peças autênticas e diferentes de tudo que você vê nas vitrines de lojas populares. Como vocês já devem ter notado pelos posts de viagem e até nos vlogs, eu realmente amo achar roupas, acessórios e até itens de decoração vintage nesses lugares e em Roma não seria diferente.

Uma cidade tão histórica como essa não poderia deixar de ter seus cantinhos vintages. A região é cheia de praças que reúnem artistas e vendedores individuais, além das feirinhas fixas e dos brechós. Selecionei alguns dos lugares que achei mais interessantes e é claro que vou compartilhar com vocês 😉

Porta Portese

Foto: @introvertintimacies

O Porta Portese é uma das feirinhas mais frequentadas por turistas e moradores de Roma. Ele fica em Trastevere, uma região bem agitada da cidade, perfeita para quem gosta de caminhar por ruas e descobrir lugares novos. Lá você encontra de tudo um pouco: roupas, livros, antiguidades, sapatos, artigos de decoração e muito mais.  

Ah, outra coisa que vendem por lá e é uma maneira incrível de economizar são os souvenirs. Todo mundo que viaja sabe a dor de cabeça que é pensar em presente para família e amigos sem gastar muito e ir em feirinhas desse estilo é uma boa maneira de poupar.

Borghetto Flaminio

Foto: @wilson_upp

Mesmo abrindo somente aos domingos, a Borghetto Flaminio é uma das feirinhas mais conhecidas de Roma. Ela não é muito movimentada, por isso é uma boa opção de passeio para quem curte antiguidades. O local não é tão frequentado quanto outras feirinhas porque para entrar lá é preciso pagar uma taxa de aproximadamente 2 euros (valores pesquisados em março/2018).

Tudo é bem usado e antigo, por isso não vá esperando encontrar algo peças relativamente novas como encontramos em alguns brechós. A feira busca espaço para coisas vintage que, em uma loja comum, não seriam encontradas.

Pifebo

Foto: @la.vis

O Pifebo é um brechó muito popular entre os moradores de Roma, principalmente os que tem um estilo mais retrô ou hipster. Os preços são ótimos e eles vendem várias marcas conhecidas, como Adidas ou camisas de times de futebol. A atmosfera do local também é super descolada, decorado com paredes vermelhas e algumas antiguidades.

Se você quer montar um look bem vintage sem gastar muito, não deixe de ir nesse brechó.  Ele é, com toda certeza, um dos melhores da cidade. Você vai sair de lá com roupas lindas, baratas e super autênticas.

Moll Flanders

Foto: Global Blue

Caso você esteja em busca de roupas de grife por um preço mais barato, a Moll Flanders é o lugar ideal! Eles vendem tanto roupas de segunda mão como também algumas novas, além dos acessórios e sapatos. Uma das coisas que você mais encontra no local são casacos femininos e masculinos – a seleção vai desde jaquetas jeans até outros mais formais. Como quase todo brechó, as peças são bem antigas, mas vale a pena dar uma passadinha por lá 😉

Omero & Cecilia Vestiti Vecchi

Foto: Divulgação

Esse brechó é um pouco menor do que os outros e também um dos que vende coisas mais antigas. Os donos do Omero & Cecilia Vestiti Vecchi estão preocupados em vender itens que não seriam achados em outras lojas e por isso fazem uma curadoria bem especial. O local é pequeno, mas guarda produtos surpreendentes e cheios de história. É o paraíso para quem ama antiguidades e gosta de ver ou comprar roupas e acessórios com aquela carinha bem retrô.

***

Não é todo mundo que curte esse estilo de feirinha e loja, mas acho legal ir em pelo menos um desses lugares. As feirinhas, por exemplo, são alternativas incríveis para quem quer garimpar peças por preços acessíveis e ainda apreciar as ruas e paisagens ao ar livre 😉