Comer em um país ou cidade diferente é sempre uma experiência incrível. Por mais que seja um local com uma cozinha parecida com a que estamos acostumados, novos sabores, texturas e combinações sempre são descobertos. Por esse motivo, eu e o Paulo nunca deixamos de provar pratos diferentes e exóticos em todos os lugares que visitamos.

Apesar de Portugal não ter tantos sabores excêntricos, a gastronomia deles é extremamente rica em sabores e com uma variedade de ingredientes e especiarias enorme. Como fiz uma listinha para vocês dos melhores restaurantes de Lisboa, não poderia deixar de falar dos mais bem avaliados do Porto, né?

Cantina 32

Foto: Alma de Alecrim

O ambiente do Cantina 32 é uma mistura de estilos que torna o local super original. As paredes são todas de cimento queimado e parte das luzes seguem esse mesmo estilo industrial. No entanto, a decoração já é mais voltada para um estilo clássico e vintage que transformam o ambiente.

O menu deles é tão interessante quanto a ambientação. Como boa parte dos restaurantes de Portugal, você encontrará muitas opções de peixes e frutos do mar. O bacalhau é, sem dúvidas, a estrela da casa. Além dele, a caldeirada de lula e camarões também é uma boa opção para quem curte esse tipo de prato.

Puro 4050

Foto: @joannasferreira

Se você é do tipo de pessoa que ama queijo, principalmente o mozzarella, não deixe de ir ao Puro 4050. O local é especializado em dois tipos de culinária: a italiana e a mediterrânea. Em meio a todas as receitas, os chefs da casa trazem o queijo como elemento principal da maioria dos pratos.

Essa é uma boa opção para quem não quer arriscar tanto na escolha do restaurante, já que massas e risotos dificilmente são ruins. Além do tradicional risoto de cogumelo, eles também oferecem uma versão de polvo com castanhas que é bem diferente. Para a sobremesa, prove o tiramisu de vinho do Porto Tawny.

Mito

Foto: Divulgação

O menu do Mito muda regularmente, por isso o cardápio é sempre muito criativo e aproveitando o melhor que cada ingrediente tem a oferecer. Parte do cardápio é feita para pessoas que queiram compartilhar o mesmo prato, como no caso do arroz de tamboril e do linguado grelhado.

Caso você queira uma porção menor, é só dar uma olhadinha nas outras opções do menu. Algumas das que me pareceram mais interessantes foram cogumelos shitake grelhados e com molho de yakitori e, para quem come carne, vieiras servidas com cebola caramelizada e purê de batata.

Cafeina

Foto: Divulgação

Adorado por turistas e moradores do Porto, o Cafeina é um dos restaurantes mais conhecidos da cidade. A maioria dos pratos tem como base carne e peixe, transformando pratos da culinária lusitana com leves toques italianos e franceses. Todos os pratos da casa são super aromáticos e cheios de sabores e texturas interessantes.

O cardápio é super variado! Entre as opções estão pescada recheada com espinafre e tomate seco, vieiras com cebolinhas ou o típico bacalhau gratinado com creme de cebola assada e migas de broa. As sobremesas da casa também costumam ser muito elogiadas. A preferida do cliente é o tarte de pêra e amêndoa com creme anglaise e gelado de Porto Tawn.

O Paparico

Foto: Divulgação

Entrar no Paparico é como estar dentro de um restaurante medieval, com paredes de pedras rústicas e móveis com uma carinha super antiga. Toda essa decoração deixa a atmosfera do restaurante diferente de todos os outros da lista, por isso vale a pena ir até ele para conhecer um lugar diferente.

Todos os pratos são inspirados na culinária portuguesa – tanto as receitas quanto os ingredientes são pensados para compor pratos tipicamente lusitanos. O bacalhau assado na brasa com batatas a murro é um dos pratos mais pedidos por lá. Para quem quiser fugir do óbvio, uma boa alternativa é o polvo com molho verde!

Euskalduna Studio

Foto: Divulgação

Para ter uma verdadeira experiência gastronômica, vá até o Euskalduna Studio. O nome do lugar é um pouco complexo, assim como todos os sabores do menu degustação desenvolvido pelo chef Vasco Coelho Santos. O restaurante é bem pequeno e o propósito de Santos é fazer com que o cliente se sinta super acolhido, por isso cada pessoa pode escolher suas preferências e ele montará um cardápio especial para você.

Todo esse cuidado e atenção do chef faz toda a diferença, porque mostra a paixão dele pela cozinha e o prazer em ver as pessoas comendo bem. Como o menu quase nunca é o mesmo, não vou indicar nenhum prato específico. Para você garantir um jantar delicioso por lá, é possível reservar uma mesa clicando aqui.

Pedro Lemos

Foto: @anya.pisareva

Outro local incrível para quem curte menu degustação é o Pedro Lemos. O nome do local é o mesmo do chef, que possui duas estrelas Michelin. Lemos trabalha com produtos sazonais, por isso o menu muda conforme a estação de cada ingrediente. Esse tipo de escolha é super importante para manter o frescor e o sabor no preparo de cada prato.

O restaurante é bem pequeno e acolhedor, com uma decoração que deixa o ambiente mais íntimo, sabe? O cardápio está em constante mudança, sendo que um dia você pode encontrar no menu um prato com vitela, puré de cherovia e cogumelos e, em outro, lombo de pargo com legumes salteados.

MUU

Foto: @mathijsvdhurk

Os amantes de carne não podem deixar de fora o MUU do roteiro. Ele é um dos lugares mais bem recomendados quando se trata de carne, dessas que vão para a grelha apenas com um pouco de sal e já ficam cheias de sabor e suculência. O black angus e o costelão estão sempre na chapa, já que a saída é grande.

A decoração dele também é linda, com alguns toques industriais misturados com partes mais modernas e refinadas. Se você for vegetariano ou vegano e estiver acompanhando uma pessoa que come carne, eles também oferecem uma ótima opção, chamada La Galantine. Ela é composta de abobrinha italiana, feijão vermelho, tofu, chalota, cebolinho e legumes salteados.

Vinum

Foto: Divulgação

Poucas coisas no mundo são tão boas do que uma comida bem feita e um vinho saboroso para harmonizar toda a refeição. Um dos melhores lugares para ter esse tipo de experiência é o Vinum, que além de ter um ambiente encantador, conta com cozinheiros muito talentosos.

Eles possuem o menu degustação para quem preferir provar pequenas porções dos pratos da casa, mas o cardápio à la carte também é maravilhoso. O lombo de atum dos açores com tomates orgânicos e o lombo de bacalhau com caldo verde são muito elogiados. As sobremesas também são deliciosas, como no caso da tarte fina de maçã.

DOP

Foto: Divulgação

A decoração do DOP, mesmo sendo simples, é bem fofa e criativa. A maioria dos ingredientes usados pelo chef da casa, Rui Paula, é sazonal. O menu é super diversificado, com peixes, mariscos, carnes, sopas e massas. As especiarias e os produtos regionais fazem toda a diferença no sabor dos pratos.

Para vocês terem uma ideia melhor do menu, irei citar alguns dos principais pratos na parte do mar. Entre os pais pedidos estão o polvo com purê de batata defumada e ravioli de legumes e a caldeirada de bacalhau. O local também oferece dois tipos de menu degustação para quem quiser ter uma experiência ainda mais completa.

***

Imagino que vocês devam estar salivando depois de ler sobre tantas comidas gostosas! Cada um desses lugares tem uma característica diferente, por isso tente ir em pelo menos dois deles para ter ideia do quanto a culinária do Porto é saborosa e surpreendente 😉