Quem conhece pelo menos um pouco da culinária lusitana sabe a importância dos peixes e da carne de porco para a maioria dos pratos tradicionais do país. Por esse motivo, vegetarianos e veganos têm certa dificuldade em encontrar bons restaurantes. Ainda sim, Lisboa possui ótimos lugares para quem segue esse tipo de alimentação.

Confesso que gostaria de experimentar releituras vegetarianas de pratos típicos de Portugal, mas a maior parte dos restaurantes acaba seguindo uma linha mais internacional e “padrão” de refeições vegetarianas/veganas. Apesar disso, a maior parte dos menus possuem toques de criatividade e inovação que fazem toda a diferença!

AO 26 Vegan Food Project

Foto: Divulgação

Há quem diga que o AO 26 Vegan Food Project é o melhor restaurante vegetariano de Lisboa. A decoração do local é bem moderna e com uma aparência clean, sendo que a cozinha aberta faz com que você se sinta parte do preparo dos pratos. Além disso, quem gosta de acompanhar o processo de montagem da comida irá adorar observar o trabalho dos cozinheiros.

O menu deles é bem diversificado, sendo que o almoço e o jantar possuem cardápios diferentes. No almoço, por exemplo, você encontrará algumas opções de saladas e hambúrgueres vegetarianos. Já durante a noite, as opções são mais limitadas. Uma delas, por exemplo, é o prato “Cogumelos à Bulhão Pato”. Ele é uma releitura de um prato tradicional português feito com amêijoas, que nesse caso foram substituídas pelo cogumelo. Bem interessante, né?

PSI Vegetarian

Foto: Divulgação

Com opções tanto vegetarianas como veganas, o PSI reúne diferentes gastronomias. Os pratos da casa, além da culinária lusitana, também são influenciados pela cozinha da índia, Tailândia, Norte da África e Itália. Os pratos do local são elogiados principalmente pelo tempero e pelo uso de ingredientes sempre bem fresquinhos e saborosos.

Para vocês conhecerem um pouco do menu, vou citar alguns dos pratos principais! Um dos mais pedidos é o seitan à casa, servido com legumes do dia, receita caseira de molho de natas, arroz basmati e uma salada. No caso dos vegetarianos, eles substituem o molho de natas por uma opção de molho de soja. Outro prato incrível é o canelloni de requeijão e espinafres 🙂

The Food Temple

Foto: @irinaodoardi.food

Apesar de ser um restaurante bem pequeno, o The Food Temple é super conhecido pelos moradores de Lisboa que são vegetarianos/veganos. Nem sempre eles possuem lugares o suficiente, por isso algumas pessoas acabam comendo em uma escadaria que fica bem a frente do restaurante, como se fosse um carrinho de street food, sabe?

O menu deles costuma variar bastante, então o que eu falar aqui pode não estar disponível no dia que você for até o local. Uma das opções que costuma estar no cardápio é o purê de millet com cogumelos e molho de pimentão assado. A maioria dos pratos é totalmente vegano, então esse é um bom espaço para quem não come nada de origem animal.

Graça 77

Foto: Divulgação

A decoração do Graça 77 é encantadora, uma mistura de elementos industriais com toques vintage que deixam o ambiente lindo. A comida deles também é ótima, com diversas opções de saladas, wraps e sanduíches. O menu costuma ter pelo menos uma opção de massa e um prato que parece até mesmo uma feijoada vegana!

O chef António Borges procura oferecer aos clientes comida caseira sem carnes ou produtos de origem animal para todas as refeições do dia. Caso você queira tomar brunch, por exemplo, pode pedir por panquecas veganas, granolas caseiras e cestos com pães fresquinhos, acompanhados de ovos mexidos deliciosos.

Quintal de Santo Amaro

Foto: Divulgação

Outro cantinho vegetariano incrível em Lisboa é o Quintal de Santo Amaro. Ele é um café super aconchegante e o menu sempre conta com opções saudáveis, sejam elas saladas, sopas ou torradas. Muitas pessoas costumam ir até ele para pegar as “lunch boxes”, feitas especialmente para viagem. Ainda sim eles possuem mesinhas para quem quiser comer por lá.

Quase todos os pratos do menu são veganos, por isso não deixe de adicionar esse restaurante ao seu roteiro caso queira ter uma refeição completamente vegana. O menu muda diariamente, sempre sendo criativo. A mistura de sabores e texturas criadas pelos chefs do local são alguns dos pontos fortes do café, como no prato de arroz selvagem, falafel, molho de pepino com hortelã, abóbora no forno, amêndoas e salada com romã.  

Foodprintz

Foto: @mymorningwalks.pt

O ambiente do Foodprintz é bem simples e minimalista, combinando bastante com o que é servido no menu. O restaurante trabalha com produtos sazonais e locais, por isso o cardápio muda regularmente. Poucos pratos possuem algum produto de origem animal, sendo que quase tudo no cardápio tem como objetivo ser o mais saudável possível.

Para quem quiser experimentar queijo vegano, por exemplo, eles servem algumas opções feitas a base de nozes que são sempre elogiadas. Outra opção é o caril de coco e abóbora, servido com amêndoas picadas para dar uma textura diferente ao prato.

Pachamama

Foto: Divulgação

Embora alguns pratos do menu sejam feitos com peixe, o Pachamama não poderia ficar de fora da lista. Ele é um dos primeiros restaurantes de Lisboa a usar alimentos biológicos. Ou seja, ingredientes que foram cultivados sem qualquer uso de pesticida. Eles também se preocupam em utilizar frutas e legumes orgânicos da estação, trazendo ainda mais frescor para os pratos.

O cardápio deles muda regularmente, principalmente por causa do uso de produtos sazonais. Uma das opções que costuma aparecer frequentemente é o risoto de abóbora e o falafel de legumes com tabouleh, que é um tipo de salada muito comum no Líbano!

Organi Chiado

Foto: @tanarapastorenutri

Assim como o Pachamama, o Organi Chiado trabalha apenas com ingredientes biológicos. O diferencial do local é um menu com uma pegada mais refinada, sendo que tanto os pratos salgados como também as sobremesas da casa são super bem avaliados. Por trabalharem com produtos sazonais, o chef está sempre buscando ser o mais criativo possível na hora da escolha dos alimentos e da montagem dos pratos.

Algumas opções do cardápio possuem peixe e carne vermelha, mas nada que afete a parte vegetariana do restaurante. Entre a opções vegetarianas estão o caril de lentilhas, arroz integral servido com vegetais e ovo e também o hambúrguer vegano, feito com cogumelos e lentilhas, acompanhado de batata doce assada e salada.

Miss Saigon

Foto: Portugalist

A proposta do Miss Saigon e a universalização do veganismo e vegetarianismo. Por esse motivo, a cozinha deles surge a partir da união de culinárias do Ocidente e do Oriente. A chef Cláudia Salú cria pratos multiculturais, usando ingredientes orgânicos e sazonais. Além disso, ela também oferece opções sem glúten, que costumam ser muito gostosas.

A criatividade está sempre presente nos pratos, como a moqueca de tofú com feijão fra de abóbora gratinada e o kebab de seitan com legumes e vinagrete de aipo. Se você curte experimentar pratos diferentes sem medo, não deixe de provar pelo menos uma das opções do cardápio da Miss Saigon 🙂

Veganeats Caffe

Foto: @staydreaming_

Por último, mas não menos importante, uma ótima opção de lugar para comer sobremesas deliciosas e veganas. O Veganeats Caffe faz doces sem produtos de origem animal, complemante cruelty-free. Apesar de servirem alguns pratos salgados, como pães e saladas, o foco deles é nos doces.

O bolo de chocolate deles é, sem dúvida, uma das sobremesas mais elogiadas. Os amendoins salgados no topo do bolo fazem toda a diferença para o sabor. Além dele, você pode pedir por muffins para viagem ou um bolo de melaço cheio de sabor. Uma das minhas opções preferidas é o bolo de abacaxi com caramelo salgado!

***

Como vocês perceberam, é impossível não encontrar comidas deliciosas em Lisboa! Essas são apenas algumas das opções vegetarianas e veganas da cidade, por isso fiz essa seleção com alguns dos lugares mais bem avaliados para compartilhar com vocês 😉