Todo mundo tem aquele país que sonha em conhecer. Eu e o Paulo, por exemplo, tínhamos uma vontade imensa de visitar a Noruega. Por isso, ficamos super empolgados quando recebemos o convite para viajar pelo país e ainda conhecer diferentes cidades.

Como primeira parada, fomos para Røros, uma comuna com pouco mais de 5 mil habitantes. Se você quiser ter uma noção dos preços da passagem aérea é só clicar aqui. A cidade era uma antiga vila mineira, declarada pela Unesco anos depois como Patrimônio da Humanidade. Logo de primeira, nós ficamos encantados com o local. Cada casinha é única e a arquitetura de todas elas é muito charmosa, o que torna todas as ruas uma graça.

O hotel que ficamos hospedados foi o Vertshuset Røros. Ele é dividido em dois “blocos”, sendo que o primeiro deles é uma pousada menor e o segundo fica dentro de uma antiga fábrica de tecido. Essa primeira parte do local foi construída com materiais antigos para tentar recriar um espaço semelhante ao que antes ocupava essa área, mas que acabou queimado em 1960. Nós ficamos na parte da fábrica de tecido e gostamos bastante da acomodação. O quarto era bem espaçoso e super equipado – tinha até mesmo um fuê na parte de utensílios da cozinha!

Outra coisa que nos chamou a atenção foi quanto ao valor dos nossos gastos. Apesar de já saber que a Noruega é um país caro para nós, ficamos surpresos com os preços. Uma corrida de táxi de 8 minutos deu 200 coroas norueguesas, que seria aproximadamente 88 reais. Ou seja, se você planeja ir para lá, vá preparado para abrir mão de uma boa quantia de dinheiro.

Mesmo sendo domingo e muita coisa estando fechada, demos uma passada no mercado para comprar algumas besteiras para comer. Confesso que é um pouco difícil escolher os produtos, já que não entendemos muito o que estava escrito, mas fomos na sorte! Depois gravaremos um vídeo provando alguns desses produtos para vocês. Aproveitamos para ir até uma área onde ficavam as antigas minas e tivemos uma vista linda da cidade.

Para finalizar o dia, jantamos no restaurante do hotel mesmo. Tanto eu como o Paulo fomos surpreendidos com a comida. Fiquei feliz que tinham duas opções vegetarianas em um cardápio com o total de 5 pratos. Optei por um hambúrguer vegetariano que estava bem saboroso e o Paulo pediu carne de pescoço de porco, que também o agradou bastante.

Como usamos o primeiro dia apenas para dar uma volta pela vila e explorar a região, acabamos fazendo um programa mais leve. Se você quiser ver a nossa experiência completa por lá, é só assistir ao vlog!