Portugal tem sido um dos destinos mais procurados por brasileiros, tanto para viajar como também para morar. Para vocês terem uma ideia, os brasileiros são a maior comunidade estrangeira que vive no país, com aproximadamente 85 mil pessoas! A facilidade da língua e a localização do país são, sem dúvidas, dois dos principais fatores que atraem os brasileiros para lá.

O país tem cidades maravilhosas, sendo que uma das mais importantes é Lisboa. Além de ser a capital de Portugal, ela é a segunda cidade mais antiga da Europa, vindo logo após Atenas. Por ser um lugar super antigo, é incrível ver as construções históricas e passear pelos bairros, observando cada detalhe do local. Se você está planejando uma viagem para Lisboa, ou quer conhecer a cidade futuramente, anote todas as dicas que vou contar agora 😉

Quando ir

Foto: John Jason

O clima em Portugal é agradável praticamente o ano inteiro. Algumas cidades têm temperaturas bem altas em todas as estações e o sol brilhando por boa parte do dia. No caso de Lisboa, o clima é um pouco mais ameno quando comparado com outras regiões e chega até mesmo em temperaturas negativas no inverno.

Caso você queira fugir da chuva, evite ir entre novembro e fevereiro! Julho e agosto são os meses mais quentes do ano. Ou seja, se você não quer deixar de curtir a praia, pode marcar a viagem para essa época do ano. Não deixe de levar um bom protetor solar e óculos de sol, em?

Documentação

Foto: Nik Guiney

Os documentos para viajar a turismo para Portugal são bem básicos. Brasileiros não precisam de visto para entrar no país, então podemos circular por até 90 dias em toda a União Europeia. Dá até mesmo para fazer uma visita em outros países próximos!

As únicas coisas que você precisará levar são o passaporte, seguro de saúde internacional, as passagens de ida e volta e o comprovante de estadia. Eles nem sempre pedem por todos esses papéis, mas é bom já estar com eles em mãos para o processo ser mais rápido 🙂

Transporte

Foto: John Jason via Unsplash

O transporte público de Lisboa funciona muito bem e é uma das melhores formas de se locomover por lá. O metrô é um dos meios mais usados, porque ele chega a diversos pontos do centro da cidade. O cartão de ônibus pode ser recarregado com viagens individuais ou então um passe válido para um ou mais dias, o que é bem interessante para quem pretende fazer um roteiro com lugares afastados uns dos outros.

Os ônibus e bondes também são ótimas opções para quem quiser passear ao redor da cidade. O bonde elétrico, com sua característica cor amarela, é o transporte mais  tradicional de Lisboa. Caso você pretenda alugar um carro, não deixe de fazer pelo menos uma viagem no bonde!

Culinária

Foto: Curta Mais

Como a maior parte do Brasil foi colonizada por portugueses, a culinária deles não é uma novidade tão grande para nós. Ainda sim, não tem nada melhor do que provar os pratos no seu verdadeiro local de origem, né? O pastel de nata, por exemplo, é um dos doces mais comuns por lá. Ele foi feito pela primeira vez em Lisboa, no início do século XIX. Quem quiser provar o doce não pode deixar de ir ao local onde tudo começou, na Pastéis de Belém.

Em relação aos salgados, peixes, mariscos e carnes fazem parte da maioria dos pratos típicos do país. Vegetarianos e veganos podem ter um pouco mais de dificuldade para encontrar bons lugares para comer, mas em breve farei um post com dicas de restaurantes para vocês.

Bairros

Foto: Nik Guiney

Lisboa pode parecer uma cidade pequena, mas com uma concentração enorme de lugares interessantes para visitar. O bairro de ma, por exemplo, é super tradicional, com ruas estreitas e várias casinhas típicas de Portugal. Outra região muito procurada por turistas é o bairro Alto, conhecido até mesmo como Montmartre da cidade. A vida noturna dessa área é bem agitada, com ótimos locais para tomar drinks.

O bairro de Belém também não costuma ficar de fora do roteiro de ninguém. Além dos famosos pastéis de Belém, é lá que ficam a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos.  Para quem curte bairros mais alternativos, não deixe de ir ao Marvila. Ele é bem descolado, com lojas vintage, ateliês de arte e restaurantes mais diferentes e modernos!

LX Factory

Foto: Divulgação

Outro espaço mais alternativo e para quem gosta de lugares descontraídos é a LX Factory. O lugar fica em Alcântara e é uma antiga zona industrial da cidade, que ficou abandonada por muito tempo. Ela existe desde 1846, mas apenas em 2008 a região se transformou no que é hoje – um dos lugares mais frequentados pelos moradores da cidade.

A pegada mais industrial ficou mantida até hoje, sem negar as origens da região. Por lá você encontrará lojas interessantes, como a livraria Ler Devagar, muita arte de rua e ótimos restaurantes. Tem de tudo um pouco por lá, então reserve uma boa parte do seu dia para conhecer o lugar sem pressa 😉

Arquitetura

Foto: Vitor Pinto

A arquitetura de Lisboa é apaixonante. Tanto as casas mais simples como as construções mais grandiosas são encantadoras. A cidade é uma mistura de diferentes referências, passando pelo gótico, barroco, neoclássico, art deco e muitos outros estilos. Toda essa junção faz com que Lisboa, como um todo, seja única.

Os famosos azulejos portugueses também estão super presentes na decoração de vários lugares. Se você gosta de guardar lembrancinhas dos lugares, uma boa ideia é comprar um quadrinho de azulejo que você goste. 

Fado

Foto: Facundo Aranda

Por último, mas não menos importante, o fado! Todo país costuma ter um ritmo musical específico, e com Portugal não seria diferente. O fado é conhecido por ser um gênero mais melancólico e triste, sendo conhecido até mesmo como “canção do exílio”.

Por ser um gênero muito comum em todo o país, até hoje existem várias casas de fado em Lisboa e em outras cidades. Os portugueses e também turistas se reúnem nesses lugares para apreciar os fadistas. Alfama é um dos bairros com mais lugares para escutar o fado, sendo que o Bairro Alto também tem ótimas opções para quem quer conhecer essa parte da cultura portuguesa.

***

Aproveitando que falamos um pouco da Europa, não deixem de assistir aos nossos vlogs por Roma! Aqui no site também contém várias dicas sobre a cidade, para ler é só clicar aqui 🙂