Enquanto Palermo é um dos bairros mais descontraídos de Buenos Aires, a Recoleta é um dos mais luxuosos e nobres. As ruas são lindas, principalmente por causa dos prédios com arquitetura antiga. A área engloba várias atrações turísticas e é uma ótima opção para hospedagem. Nada melhor do que uma localização com várias facilidades, né?

Essa região é perfeita para caminhar pelas ruas sem a preocupação de onde estar indo, porque tudo por lá é bem agradável. Ao longo da caminhada pode ter certeza que você encontrará lojas e restaurantes super interessantes e convidativos. Separei algumas das coisas mais atrativas para se fazer por essa parte da cidade 🙂

Lojas

Foto: @miranda.bosch

O bairro da Recoleta é conhecido, principalmente, por causa das inúmeras lojas, principalmente de roupas. O lugar é um sonho para quem é bem ligado em moda, juro! Além de várias marcas locais, você encontra lojas de grife conhecidas pelo mundo todo. O shopping Patio Bullrich, por exemplo, reúne várias marcas famosas, como Carolina Herrera, Tiffany & Co e Diesel.

Caso você prefira apostar em marcas locais, a Tramando, a Juan Hernandez Daels, a Roma Renom e a Perez Sanz são maravilhosas. Elas são super moderninhas e com roupas e acessórios incríveis. Claro que, além dessas, existem muitas outras, mas isso você descobre andando pelas ruas! Em relação a decoração, a Morph e a Landmark são duas das melhores lojas por lá. A Landmark é mais sofisticada do que a Morph, mas ambas possuem vários itens para deixar sua casa uma graça.

Ah, é importante saber que a avenida mais movimentada da região é a Alvear: nela ficam reunidas grifes de luxo, marcas alternativas, o Palácio Pereda e várias outras construções antigas legais. É uma boa caminhada para quem gosta de fazer compras!

Restaurantes e Cafés

Foto: Via Restó

Todo o charme de Recoleta também está presente em seus restaurantes e cafés. A região possui vários lugares legais para comer, incluindo cafés conhecidos mundialmente, como o Le Pain Quotidien. Dois cafés bem interessantes por lá são o Smeterling e o Tea Connection. A proposta dos dois é bem diferente: enquanto o primeiro foca em doces no geral, o segundo busca uma alimentação mais saudável e natural.

Já quanto aos restaurantes, o Oviedo e o La Bourgogne são incríveis. Além deles, você encontrará vários locais bem típicos de Buenos Aires, então uma boa escolha é dar uma explorada pela região e encontrar algo que possa agradar seu paladar e que caiba no seu bolso!

Os dois lugares que vou falar agora não são necessariamente restaurantes, mas vendem coisas deliciosas. O primeiro deles é o Tealosophy, o paraíso para quem ama chás. Mencionei esse lugar no post de Palermo, pois eles também tem uma filial por lá. O segundo lugar é a Vasalissa Chocolatier. Eles são especializados em chocolates artesanais, mas lá você também pode pedir por sorvetes, cookies e macarons. Fiquei até com água na boca vendo o cardápio da loja.

Pontos Turísticos

Foto: Geographic Media

As lojas são um dos principais atrativos da Recoleta, mas não são os únicos. O bairro vai além de um centro de compras, com várias opções culturais interessantes. A primeira delas é o Centro Cultural Recoleta. Lá você encontra exposições de arte bem variadas.

Outro museu que deve ser visitado é o Museo Nacional de Bellas Artes, que tem a maior coleção de arte do país. Quem for para Buenos Aires com crianças pode levar os pequenos ao Museo Participativo de Ciencias. O local é totalmente interativo e o lema deles é “proibido não tocar”. Não tem coisa mais divertida para crianças, ainda mais aquelas bem curiosas, né?

Foto: De Passeio Por

Um dos símbolos de Buenos Aires, a Floralis Generica é um ponto turístico bem movimentado e ótimo para uma visita rápida. O monumento em formato de flor tem aproximadamente 20 metros de altura e fica localizada na praça Naciones Unidas.

Por último, mas não menos importante, o El Ateneo. Ele poderia estar na categoria de lojas, já que é uma livraria, mas é tão especial que merece estar aqui. O local que acolhe a livraria era antes um teatro, e toda a sua estrutura foi mantida. O El Ateneo é parada obrigatória, até mesmo para quem não gosta de livros, já que você pode ficar apreciando toda a construção do ambiente. Quem gosta de ler já pode aproveitar para procurar por algum livro legal e se perder em meio a tantas estantes 😉

***

Essas foram algumas das coisas mais incríveis que encontrei pelo bairro de Recoleta. Logo mais nós iremos embarcar pra Buenos Aires e com certeza vamos dar uma paradinha em pelo menos alguns desses lugares. Me contem se vocês acrescentariam mais alguma coisa na lista 😉