Alguns lugares no mundo guardam tanta história que podem até serem chamados de museus a céu aberto. Berlim é assim! Eu e Paulo adoramos conhecer a cidade, principalmente por causa de toda a carga cultural que ela carrega. Por mais que você não seja amante de história, é importante entender o quanto esse lugar é significativo.

Foi uma viagem muito intensa e adorei ter conhecido várias partes da cidade. Pensando em ajudar vocês, fiz uma listinha com algumas dicas importantes sobre o local. Sempre é bom compartilharmos nossas experiências, né?

Quando ir

Foto: Unterwegs Bleiben

As estações do ano em Berlin são bem definidas, o que facilita bastante na hora de escolher em qual época ir! A atmosfera da cidade no verão e na primavera é bem mais alegre e, no verão, ocorrem vários eventos e festivais. Já no outono, as temperaturas ficam amenas, mas nada que seja incômodo demais. O inverno, no entanto, é bem rigoroso e se você não gosta de frio, essa época definitivamente não é boa para viajar.

Como isso depende do gosto de cada um, a melhor temporada para ir vai conforme o seu desejo. O importante é considerar quais passeios você vai querer fazer, se gosta de andar pela cidade ou prefere museus e lugares fechados. 

Seguro viagem

Foto: @happilygrey

É obrigatório ter seguro viagem para entrar na Europa. Claro que esse não é o único motivo para você comprar um, até porque imprevistos podem acontecer em qualquer lugar do mundo. Eu, por exemplo, me senti mal em um dos dias da viagem e tive que ir até o hospital. O seguro cobriu minhas despesas e não tive nenhum gasto inesperado. Além de te ajudar em caso de alguma necessidade, você viaja mais tranquilo e sem medo de ter que gastar dinheiro com algum custo extra!

Hospedagem

Foto: Keri Brown Homes

Eu e o Paulo ficamos hospedados no Das Stue e foi um dos hotéis mais incríveis que eu já fiquei no mundo. Ele é maravilhoso e fica localizado em uma parte ótima da cidade. A melhor região para se hospedar em Berlim é Mitte, porque fica no centro e facilita o acesso à outros lugares! O bairro engloba várias áreas e une restaurantes e lojas superinteressantes. Outras áreas legais são a Tiergarten, Charlottenburg e Friedrichshain. Cada uma dessas partes possui uma característica diferente e encantadora.

Locomoção

Foto: Paulo Cuenca

Berlin é uma cidade muito simples de se localizar, juro para vocês! É só você usar o aplicativo do Google Maps para ver como chegar no lugar que quiser. Ele te dá as opções de transporte público e mostra qual trajeto você irá percorrer. O transporte da cidade funciona bem e te leva na maioria dos locais que você quiser ir. Para ir até alguns lugares mais afastados é só usar o trem.

Ah, uma dica bem importante para nós como pedestres: os moradores da cidade respeitam rigorosamente as leis, até as mais simples como o farol para pedestre. Mesmo que não esteja passando nenhum carro, espere o farol ficar aberto para a passagem 😉

Alimentação

Foto: Angloitalian Follow Us

Diferente de outros lugares no mundo, Berlim oferece diversas opções veganas e vegetarianas deliciosas. Eu comi no Die Kleene Aubergine e achei a comida muito saborosa e bem temperada. Outros lugares bem legais para comer são o Café am Neuen See, o Café Morgenrot e o Der Kuchenladen. Um restaurante muito conhecido e tradicional na cidade é o Henne – além de ser super antigo e a comida é muuito boa!

Lugares para visitar

Foto: Ingrid Strauch

A cidade é cheia de cantinhos lindos para conhecer! Vou citar para vocês alguns dos nossos preferidos. 

O Palácio de Charlottenburg é uma parada obrigatória. Ele é enorme, cheio de ouro e tem um jardim maravilhoso. Além dele também tem o palácio Sanssouci, mas ele fica na cidade de Postdam, bem próximo de Berlim. Outra região interessante é a Little Asia, concentrando restaurantes japoneses, chineses e vietnamitas. Também não deixe de conhecer a praia Wannsee, Kreuzberg, Potsdamer Platz e o Gendarmenmarkt. Tem muita coisa incrível para conhecer na cidade, então se prepare para ficar em dúvida de quais lugares visitar 🙂

Para conhecer a história

Foto: Paulo Cuenca

Berlim, inevitavelmente, ficou muito marcada causa do nazismo e não há quem nunca tenha ouvido falar do Muro de Berlim. Eu e o Paulo visitamos alguns locais que explicam um pouco da história da cidade para entender como as coisas funcionavam. É muito simbólica a permanência dessas áreas para relembrarmos quantas coisas já aconteceram e nos inspirar a não propagar as ideologias ruins de épocas passadas.

Nós fomos, por exemplo, no Memorial do Muro de Berlim, no Mauerpark Flohmarkt e no Holocaust Memorial. Além deles, conhecemos o Memorial to the German Resistance, que era uma antiga base nazista. Também íamos até um antigo campo de concentração em Sachsenhausen, mas eu não me senti bem de ir até lá porque a energia é muito pesada e eu fiquei extremamente triste. Aliás, uma boa dica é respeitar os seus limites emocionais, afinal, não é todo mundo que aguenta toda essa carga. No entanto, para quem tem vontade de ir até um campo de concentração, acredito que a experiência deve ser muito marcante.

Vida noturna

Foto: József Vértes

A vida noturna de Berlim é muito agitada e eles são conhecidos por terem baladas 24h. Uma das mais conhecidas da cidade é a Berghain, mas não é tão simples de entrar nela. Algumas casas noturnas de Berlim, não só a Berghain, escolhem na porta quem vai entrar ou não no lugar. Não tem muito bem uma regra específica, ou seja, você tem que ter sorte de ser escolhido. Uma dica é se vestir casualmente, mas ainda sim com estilo. Difícil, né? Enfim, se você planeja curtir, o dia mais agitado nesses lugares é o domingo e a festa acontece o dia todo!

Arte a céu aberto

Foto: Paulo Cuenca

Você vai encontrar em várias regiões da cidade painéis de grafites e outros tipos de arte. East Side Gallery é um dos lugares mais legais da cidade, com painéis coloridos e incríveis. Ela fica no lado leste do Muro de Berlim e é considerada a maior galeria a céu aberto do mundo! A região do Mitte também é cheia de painéis enormes e unem artistas do mundo inteiro. Os Gêmeos, que são uma dupla de irmãos grafiteiros daqui do Brasil, possuem um grafite por lá.

***

Berlim foi uma viagem inesquecível! Nossa experiência por lá está toda gravada para vocês assistirem, então é só clicar aqui para conferir. Ah, se vocês quiserem saber sobre outros lugares que visitamos, disponibilizei neste post o roteiro completo da viagem 😉