Quem acompanha o nosso canal já teve um gostinho do que fazer em Auckland. Afinal, mostramos um pouco da nossa experiência por lá no primeiro vídeo da série pela Nova Zelândia. Como passamos pouco tempo na cidade, não tivemos tempo de explorar ela o suficiente.

Então, para completar as informações que passamos para vocês no vídeo, selecionei sete atividades diferentes para serem feitas pela região. Meu critério de escolha foram aqueles passeios mais bem recomendados, mas não deixem de comentar a opinião de vocês caso já tenham ido para Auckland 🙂

The Sky Tower

Foto: Jack Levick

Uma sugestão bem previsível, mas que não poderia ficar de fora da lista: The Sky Tower. Ela é um dos símbolos mais icônicos da cidade, principalmente porque quase sempre se destaca no horizonte. Para os mais aventureiros, que tal pular de bungee jump?

Se você não for tão ousado, é possível subir na torre apenas para ver a vista ou comer algo no restaurante Orbit 360° Dining. O mais interessante é que, inicialmente, a torre foi construída para funcionar como transmissoras de rádio e televisão. Hoje em dia, ela está entre os pontos turísticos mais famosos de Auckland.

Mount Eden

Foto: Mathew Waters

Já imaginou caminhar por uma região vulcânica coberta por uma grama bem verdinha? Isso é possível em Auckland! O Mount Eden é o ponto turístico natural mais visitado da cidade e todo esse sucesso não é à toa.

Além de ser uma localização bem inusitada, a vista do topo do monte é simplesmente surreal. Ah, é possível chegar lá de carro e continuar o trajeto a pé, sem nem mesmo fazer muito esforço. Pais com carrinhos de bebê e idosos também conseguem percorrer esse caminho!  

Goat Island

Foto: @dscvrnewport

A Nova Zelândia conta com várias ilhas menores ao redor, e a Goat Island é uma delas. O que torna ela especial é a reserva marinha e o laboratório de pesquisas, também com foco no universo do mar.

Para o pessoal que ama mergulhar e nadar com peixinhos, a ilha é o paraíso. A água é super transparente e os arredores da ilha são muito bem conservados. Esse é aquele tipo de passeio que encanta pessoas de todas as idades, tornando-se uma experiência inesquecível, sabe?

Passeio de veleiro

Para quem curte velejar, esse é um passeio imperdível. O mais divertido desse passeio é que, além de curtir a viagem e a vista incrível da cidade, você também pode ajudar o pessoal a conduzir o barco. Como eu adoro esse tipo de atividade, acredito que valha muito a pena.

Ah, e caso planeje fazer o passeio, não deixe de levar óculos de sol, protetor solar e uma jaquetinha mais leve, já que pode acabar ventando bastante. Deem uma olhadinha no site da Explore Group se tiverem interesse em saber a empresa que escolhemos!

Rangitoto Island

Foto: @iwill_takeyou_there

Outra ilha na lista! A Rangitoto tem o formato de um cone bem simétrico, bem parecido com o que costumamos imaginar quando alguém fala em vulcão. A costa do local é super arborizada e a região é ideal para o pessoal que ama fazer caminhadas e trilhas.

O diferencial da ilha, além de seu formato, é que ela é o vulcão mais largo e novo da Nova Zelândia. Saindo de Auckland, é possível chegar lá de ferry, sendo que a trilha até o tipo demora por volta de 40 minutos!

Ruas para conhecer

Foto: Josiah Kemp

Aproveitando ao máximo o centro da cidade, escolhi algumas das ruas mais interessantes para compartilhar com vocês. Primeiro de tudo, não deixe de visitar toda a área de Ponsonby, que é um bairro bem hipster. Caso você tenha curiosidade em saber o que fazer no bairro, é só clicar aqui.

Em linhas mais gerais, também não deixe de visitar a Quay Street para ter uma visão beira mar, a High Street e a Albert Street. Pode ter certeza que em todos esses lugares você encontrará alguma loja fofa ou um restaurante incrível.

Waiheke Island

Foto: Kiwi Flickr

Saindo um pouco do centro da cidade, sugiro que você pegue uma balsa e vá até a Waiheke Island. O trajeto dura mais ou menos 40 minutos e a balsa costuma sair de Auckland de meia em meia hora. O passeio pode ser feito em um único dia, mas se você estiver com tempo disponível tente passar pelo menos uma noite por lá.

Um dos principais atrativos desse local são, sem dúvidas, as vinícolas. As praias e as paisagens também merecem a sua atenção. Para aproveitar bem tudo que a ilha tem a oferecer, vá para ela apenas se sua viagem estiver programada entre setembro e abril. Os outros meses acabam sendo muito frios e não são ideias para passear nessa parte do país.  

***

Se você quer saber ainda mais sobre a Nova Zelândia, não deixem de olhar os vlogs do nosso canal 😉