Taí. Se existe um chef para quem eu pago um pau tremendo é o americano Thomas Keller. Já tive o prazer de comer em 3 dos seus 4 (mega) estrelados restaurantes e frequentar…

Preparo: 15 minutos
Tempo de Cozimento: 45 minutos
Tempo de espera: 120 minutos
Rendimento: 8 pessoas

Custo:
Dificuldade:

Taí. Se existe um chef para quem eu pago um pau tremendo é o americano Thomas Keller. Já tive o prazer de comer em 3 dos seus 4 (mega) estrelados restaurantes e frequentar sua (mega) incrível bakery no Rockfeller Center, NY. Tudo, absolutamente tudo que eu comi dele era lindo, impecável e maravilhoso. Óbvio que tenho todos seus livros. E tudo, absolutamente tudo que eu já fiz dele saiu lindo, impecável e maravilhoso. Se não bastasse tudo isso, o fofo lançou uma linha de produtos sem glúten. Além de uma farinha especial, chamada Cup4Cup, é possível comprar caixinhas com mix para fazer em casa cookies, brownie, waffles e  bolo sem glúten – tudo vem separado em saquinhos- muito bacana. Infelizmente os produtos não podem ser consumidos por quem problemas com derivados do leite- pois a própria farinha leva leite em pó.

Para fazer esse super fudgy brownie eu me baseei numa receita dele. Adaptar a receita para que ela se tornasse sem glúten foi fácil, substituir a manteiga também não gerou muita crise. Agora, o que me deixa de cabelo em pé mesmo é quando preciso usar chocolate picado. Sinceramente, eu não entendo porque marcas como Callebaut ou Valrhona não abrem um “puxadinho” para que seus chocolates amargos sejam feitos separadamente das suas linhas ao leite. Porque esses chocolates amargos Premium não levam leite em sua composição. Mas vai ler lá no finzinho da embalagem: pode conter traços de leite – é um problema de contaminação por serem feitos no mesmo local e dividirem as mesmas máquinas. Pensem na quantidade de pessoas que seriam beneficiadas: intolerantes à lactose (pelo menos 20% da população!), alérgicos ao leite, veganos e a comunidade judaica.

Nos EUA é possível comprar chocolate 100% vegano, onde há garantia de não conter nadica de leite. Mas aqui… Dá vontade de se jogar pela janela. É preciso ter muito cuidado ao ler uma embalagem. Um chocolate sem lactose pode ter glúten (caso da Nestlé). Um chocolate sem lactose pode conter outros derivados de leite (a grande maioria). Eu particularmente já provei 3 marcas “seguras” (devem ter outras, mas só posso falar dessas 3): Chocolife (versões 50% e 70%),  Mendoá (é considerado um chocolate brasileiro Premium, nas versões 70% normal e diet, castanha do Pará, café e coco)  e Tnuva (nas versões 70% e belga- o meu preferido- na minha opinião o que mais se aproxima de um chocolate Premium importado- essa marca é de uma empresa kosher, que atende a comunidade judaica e recebe o selo Pareve, onde os produtos são 100% sem nada de leite). Todas as marcas têm site e vale contato para saber onde encontrar.

Esse brownie é incível e na opinião de muita gente, melhor do que a versão normal. O difícil é parar de comer.

Bon appétit!

Por Mariana Muniz

Ingredientes

  • 200g ÓLEO DE COCO
  • 25g GORDURA DE COCO (não hidrogenada)
  • 2 OVOS
  • ½ FAVA BAUNILHA (raspas) OU 1 col chá EXTRATO BAUNILHA
  • 1 1/2 xic AÇÚCAR
  • 2/3 xix CACAU EM PÓ 100%
  • ½ xic FARINHA SEM GLÚTEN
  • 1 pitada SAL
  • 110g CHOCOLATE AMARGO PICADO (sem glúten e sem derivados do leite)

Modo de Preparo

  1. Pré-aqueça o forno a 165°C. Unte uma forma quadrada ou retangular com óleo de coco.
  2. Junte o cacau em pó com o sal e a farinha. Reserve.
  3. Derreta a gordura hidrogenada com 2 colheres de óleo de coco. Misture ao restante do óleo de coco e mexa até que tudo esteja na forma líquida. Deixe chegar à temperatura ambiente.
  4. Numa batedeira bata os ovos com o açúcar (de preferência com a pá) na velocidade média por 3 minutos ou até que a mistura fique espessa e esbranquiçada. Junte a baunilha e bata na velocidade lenta por mais 1 minuto. Adicione 1/3 dos secos- deixe incorporar. Adicione 1/3 do óleo+gordura. Deixe incorporar. Repita até que tudo esteja incorporado. Adicione o chocolate picado.
  5. Despeje a massa na assadeira untada (a massa deve estar bem espessa) e leve ao forno. Após 20 minutos aumente o forno para 170 graus. Asse mais 25 minutos. O brownie estará pronto quando estiver levemente firme ao toque e ao espetar um palito esse saia úmido mas não com massa líquida!
  6. Deixe esfriar completamente antes de desenformar (esse brownie é super úmido e a massa pode quebrar se for desenformada quente).

DICA: Caso não ache a gordura de coco, use só o óleo de coco, mas o brownie ficará um pouco mais úmido.

Leve à geladeira por 1h para que ele esteja mais firme e seja mais fácil de cortar. Deixe chegar à temperatura ambiente para servir.