Não importa se você é iniciante ou confeiteiro de mão cheia: alguns utensílios de confeitaria são essenciais dentro de qualquer cozinha. Fazer o bolo de cenoura perfeito ou acertar o ponto do tão sonhado macaron pode ser difícil. Mas, com a ajuda de determinados produtos, esses impasses podem ser resolvidos.

Como são necessários muitos utensílios, a princípio selecionamos apenas cinco. E, se você não tem ideia de onde encontrar esses itens, dê uma olhadinha na nossa lista com lojas de artigos para confeitaria no Brasil.

Balança

Foto: Love Grows Wild

Repitam comigo: confeitaria é precisão! A balança é a melhor amiga de todo confeiteiro, mesmo que você ainda esteja no início dessa carreira ou hobby. Pesar corretamente os ingredientes faz toda a diferença no resultado final de um doce. Sabemos que muitas pessoas usam como medida universal o famoso “copo de requeijão” ou então “xícaras de chá”. No entanto, algumas receitas pedem por gramas exatas.

As balanças analógicas não são tão boas quanto as digitais, mas servem para quebrar um galho. O ideal é que você veja o número das gramas para não ter erro. Em relação ao preço, os modelos digitais podem variar de R$ 30,00 a R$ 300,00, por isso pesquise bastante e veja qual se encaixa melhor dentro das suas necessidades (e bolso).

Acetato

Foto: Into The Gloss

Como fazer bolos altos e com várias camadas de recheio? Usando acetato! Sobremesas como o bolo unicórnio ou o bolo 23 camadas de chocolate acabam sendo mais altas do que bolos comuns. Sendo assim, é necessário dividir a massa do bolo em mais de uma forma. Depois de assados, coloque o acetato ao redor de uma outra forma do mesmo tamanho e vá construindo as camadas.

Quando a folha de acetato é utilizada, a finalização fica impecável e impede que o recheio saia pelas laterais. Ah, e enquanto estiver montando o doce, leve-o para o congelador por alguns minutinhos entre cada camada. Dessa forma a estrutura ficará ainda mais firme 😉

Boas formas

Foto: Also the Crumbs Please

De todos os utensílios de confeitaria, acredito que as formas sejam os principais. Afinal, é impossível fazer um bolo sem ter onde assá-lo. As que eu mais costumo usar são as formas redondas de 21 cm -devo ter até mesmo mais de 5! O ideal é ter pelo menos 3, sendo duas para assar a massa e uma para montar o doce.  

Além do formato e tamanho, as formas também variam muito de material, indo desde o alumínio até o silicone. Esse segundo modelo é mais maleável e deve ser manuseado com cuidado, principalmente na hora de desenformar. Outro tipo do produto que não pode ficar de fora são as formas com fundo removível. Elas são perfeitas não só para bolos, como também tortas e afins!

Termômetro

Foto: Martha Stewart

Assim como a balança, o termômetro entra na categoria precisão. Ele é essencial para temperar o chocolate da melhor forma possível, sem erros de ponto e brilho. A cobertura do bolo vidro também precisa estar na temperatura correta para conseguir o efeito espelhado. Ou seja, vale a pena investir em um bom termômetro tanto para chocolates como também para glaçagem.

Grades

Foto: Love & Olive Oil

Por último, mas não menos importante, as grades de resfriamento. Elas servem para que o ar circule por todos os lados do seu doce, fazendo com que bolos fiquem mais fofos e biscoitos sequinhos. Parece ser um utensílio de confeitaria desnecessário, mas as grades são fundamentais para que a sobremesa fique na textura ideal.

As grades também podem ser usadas no processo de decoração dos doces, como em coberturas de glaçagem ou até mesmo de ganaches mais leves. Basta colocá-la dentro de uma forma, fazendo com que toda a cobertura em excesso escorra e caia na vasilha que estiver sendo usada como suporte.

***

Ah, recomendo também o post com a nossa explicação sobre os variados tipos de forno e fogão. Esse eletrodoméstico faz parte de toda cozinha e possui um papel importante em nossas vidas 😉