Escolher o tipo de forno e fogão sempre gera dúvidas. Até porque, a maioria das pessoas não entende muito de eletrodomésticos e não sabe quais são as diferenças exatas entre cada um deles.

Pensando nisso, selecionei os tipos de forno/fogão mais comuns e vou explicar cada um deles para vocês. Alguns são bem semelhantes e outros mais especiais, por isso fiquem atentos quando forem comprar. Depois de lerem o post, já podem se considerar experts no assunto!

Fogão elétrico

Foto: Clever Home Hacks

Quem não pode ter botijão de gás no ambiente ou não conta com uma fonte de fácil acesso de gás pode (e deve!) utilizar o fogão elétrico. No caso do forno, a temperatura é facilmente controlada e o aquecimento é feito por igual, sem que uma parte receba mais calor do que a outra.

Outra vantagem desse tipo de equipamento é que ele conta com opções mais compactas e alguns são até mesmo portáteis, podendo colocá-los em diferentes bancadas. O maior problema quanto a esse tipo de forno é que ele gasta mais energia, e sem luz você não conseguirá utilizado de jeito nenhum.

OBS: existe um outro tipo de forno elétrico chamado forno de halogênio, que utiliza o ar quente para cozinhar os alimentos. Como isso acontece? Utilizando uma lâmpada de halogênio para fornecer calor! Apesar de não ser muito comum, ele é portátil e super eficiente.

Fogão à gás

Foto: Histórias de Casa

Acredito que esse seja o tipo de forno/fogão mais comum aqui no Brasil. Como o próprio nome já diz, ele utiliza o gás para cozinhar os alimentos. Alguns prédios até mesmo contam com gás encanado para que os moradores não precisem ter os botijões dentro de casa.

Na maioria das vezes o forno já vem acoplado com o fogão, podendo ser de piso ou embutido. Ah, ele continua funcionando mesmo sem energia, já que é possível acendê-lo manualmente. Essa opção de produto é mais econômica do que o fogão elétrico. Porém, a parte inferior do forno acaba esquentando mais do que a de cima. Consequentemente, a temperatura é um pouco mais difícil de ser controlada. Se você pretende assar muitos bolos e tortas, por exemplo, essa pode não ser a melhor opção!

Fogão por indução

Foto: Anaro via Pinterest

Além de ser elétrico, o fogão por indução usa também o magnetismo para aquecer as panelas. Ele é considerado mais moderno que os outros porque com ele não há perda de calor. Consequentemente, os alimentos acabam cozinhando mais rápido. Uma das maiores vantagens em relação à esse fogão é que ele ocupa pouco espaço, por isso é ótimo para pessoas que possuem cozinhas menores.

Mais um benefício incrível do fogão por indução é que você não irá correr nenhum risco de levar choque, reduzindo também os riscos de queimaduras e incêndios. Ele também esfria mais rápido do que fogões elétricos simples, por exemplo. Os modelos variam entre os de embutir e os de mesa, sendo que os de embutir requerem instalação. Já os de mesa podem ser colocados em qualquer superfície!

Nem todas as panelas funcionam no fogão por indução, como as de vidro, alumínio e cerâmica. É preciso usar aquelas feitas de materiais magnéticos. Bons exemplos são as de ferro fundido e com aço inoxidável. Caso você não saiba como diferenciar, é só fazer um teste com um imã. Se ele aderir ao fundo da panela significa que ela pode ser usada!

Cooktops

Foto: House Beautiful

Os cooktops estão se tornando cada vez mais comuns no Brasil, principalmente considerando que eles ocupam pouco espaço e possuem um design moderno e sofisticado. Eles são instalados em bancadas ou pias e podem ser a gás, elétricos ou por indução.

O funcionamento deles é igual aos fogões com formato tradicional! Ou seja, ele segue as mesmas regras que já mencionei para vocês aqui. O forno, no entanto, precisa ser comprado separadamente. 

Forno Combinado

Foto: The Spruce via Pinterest

O forno combinado possui alta tecnologia e é muito usado por estabelecimentos comerciais. Porém, isso não te impede de ter um modelo desses em casa. O maior diferencial dele é a sua multifuncionalidade. Dentre suas funções estão assar, fritar, grelhar e gratinar. Por ter tantos usos, ele acaba dispensando o uso de outros equipamentos, por exemplo.

Falando um pouco das desvantagens, uma delas é um leve gosto residual nos alimentos. Mesmo não sendo nada muito forte, é algo que muitas pessoas podem não gostar. Afinal, ele tira um pouco o sabor de comida caseira. Quanto às questões mais técnicas, o funcionamento dele é diferente pelos diferentes tipos de calor, jatos de ar e vaporizadores.

Forno de Convecção

Foto: Remodelista via Pinterest

Pouca gente conhece o forno de convecção, mas ele é relativamente comum. O forno convencional esquenta apenas na parte inferior, de onde vem o calor gerado pelo fogo. No caso do forno de convecção, há ventiladores dentro do equipamento que espalham o aquecimento de forma mais uniforme por todo o espaço. Desta forma, os alimentos são assados igualmente e por todos os lados.

Como ele fica mais quente do que um forno normal, asse bolos e tortas por menos tempo e em temperaturas mais baixas. A temperatura também pode ser mais controlada, uma vez que você sabe que ela estará igual em cada canto do forno. O único cuidado que você deve tomar é escolher uma bandeja que facilite a circulação de ar pelo alimento!

***

E então, qual o tipo de fogão/forno preferido de vocês? Outra alternativa são os fornos a lenha, que dão aquele gostinho especial na comida 😉